Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Secretaria de Saúde do Ceará divulgou, nesta quinta-feira (24), uma atualização com os grupos prioritários para a vacinação contra a Covid-19 no Estado. Com a nova determinação está a inclusão da população em situação de rua, de trabalhadores do transporte coletivo, transportadores rodoviários de carga e pessoas com deficiência permanente severa entre a população que receberá primeiro a vacina.

A expectativa é que as primeiras doses cheguem no Ceará em fevereiro. Isso porque o Governo Estadual firmou, nesta semana, um acordo com a Fundação Butantan para o fornecimento de dois milhões de doses da vacina Coronavac ao Estado. A parceria prevê uma quantidade disponível do imunizante a partir de janeiro de 2021, com probabilidade de entregas adicionais, em fevereiro, e um maior volume a partir de maio. 

Com a inclusão, a quantidade de doses necessárias para a vacinação dos grupos prioritários no Estado também foi recalculada. Antes, a estimativa era de 1,7 milhão de doses. Agora, a projeção é de 2,6 milhões. 

Em relação aos grupos, anteriormente, a Secretaria de Saúde havia elencado como prioridades: trabalhadores de saúde, idosos acima de 75 anos de idade, pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas, população indígena, pessoas com comorbidades, professores, membros das forças de Segurança e salvamento, colaboradores do sistema prisional e população privada de liberdade.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp