Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em declaração à imprensa ao chegar ao Senado nesta terça-feira (21) o presidente da Casa, Eunício Oliveira, comentou mais uma etapa da Operação Lava Jato da Polícia Federal, que saiu às ruas para cumprir 14 mandados de busca e apreensão em Pernambuco, Alagoas, Brasília, Bahia e Rio de Janeiro. Segundo ele, a verdade prevalecerá:

— No ano de 2014 quando fui candidato a governador do Estado do Ceará, autorizei que fossem buscadas contribuições eleitorais dentro da lei. Portanto, estou muito tranquilo. Sei que os fatos serão apurados pelo Supremo Tribunal Federal. O lugar adequado é lá e o inquérito é o processo natural. Tenho convicção que de a verdade será restabelecida — disse.

Os mandados foram baseados nos depoimentos de delação premiada de executivos da empreiteira Odebrecht e autorizados pelo ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Na capital federal, os agentes da PF fizeram buscas na empresa Confederal, de transporte de valores.

Agência Senado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp