Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

As estradas do Ceará estão, em sua maior parte, em situação regular. Um estudo realizado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), foram avaliados 3.618 quilômetros, 2.391 federais (BRs) e 1.227 estaduais (CEs). O estudo constatou critérios como sinalização, qualidade do asfalto e geometria das pistas. Houve piora em todos eles.

Considerando a extensão total avaliada, a pesquisa mostra que 40,2% das estradas do Ceará estão em situação regular, 3,8% em condição ótima, 35,6% em boa condição, 14,7% ruim e 5,7% péssimo.

Para o presidente da CNT, Clésio Andrade, os dados ruins são explicados pelo menor investimento no setor. “A queda na qualidade das rodovias brasileiras tem relação direta com um histórico de baixos investimentos em infraestrutura rodoviária e com a crise econômica dos últimos anos”, declarou.

Com Informações G1-CE