Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Tuberculose ainda é um problema grave no Brasil. No ano passado, foram registrados mais de 69 mil casos da doença no País. E o pior, nem todo mundo que está doente faz o tratamento correto. Em 2016, a taxa de cura dos casos da doença era de 69%. Um dos principais motivos que leva a isso é a interrupção do tratamento. No mesmo ano, a taxa de abandono foi de mais de 9%. Esses dados revelam uma dificuldade dos brasileiros em concluir o tratamento. O subsecretário de Vigilância em Saúde do Rio de Janeiro, Alexandre Chieppe, destaca que o tratamento da Tuberculose é fornecido gratuitamente pelo SUS.

No ano passado, o Ministério da Saúde instituiu no país o Plano Nacional pelo fim da Tuberculose, que pretende reduzir, até 2035, para dez os casos da doença a cada 100 mil habitantes. Mas, para isso acontecer, é preciso o comprometimento de toda população. Isso porque, se você não fizer o tratamento até eliminar a bactéria, você ainda pode acabar transmitindo a doença. É nisso que acredita a goiana Kassiane Sodré. Ela, que já foi diagnosticada com a doença, seguiu rigorosamente o tratamento até o final, e hoje está curada. Ouça o recado que ela passa pra você.

A coordenadora do Programa Nacional de Controle da Tuberculose, Denise Arakaki, ressalta que, aos primeiros sintomas da doença, que é principalmente a tosse por mais de três semanas, o paciente deve procurar o médico.

Tratar a Tuberculose é um ato de cidadania. Ela tem cura, desde que o tratamento seja realizado até o final. Se uma tosse persistir por mais de três semanas, consulte um médico. Ajude a deixar essa história no passado. Tuberculose tem cura. Todos juntos contra a Tuberculose. Para mais informações, acesse saude.gov.br.

Com informação da A.I

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp