Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, anunciou nesta segunda-feira (31), que o Governo Federal garantiu prioridade para o andamento das obras de transposição do Rio São Francisco, entre os municípios de Salgueiro (PE) e Jatí (CE), que compõe o Eixo Norte da obra.

Segundo Eunício Oliveira, “em tempos de queda de receita e contingenciamento de verbas, é natural a preocupação com o andamento das obras governamentais. Entretanto, em contato com o presidente Michel Temer e com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, recebi o compromisso por parte do Governo Federal de que não haverá mais nenhum atraso no cronograma das obras do Eixo Norte da Transposição do Rio São Francisco, que trarão as águas do Velho Chico para o Ceará. São R$ 516,8 milhões assegurados, ações retomadas e perspectiva de conclusão para o início do próximo ano”, destacou o presidente do Senado.

As obras estavam paradas entre setembro de 2016 e junho de 2017, após a construtora responsável pelo trecho, a Mendes Júnior, ser afastada em decorrência de seu envolvimento nos crimes investigados pela Operação Lava Jato. O governo decidiu realizar então uma nova licitação para retomar a construção. No dia 7 de julho, o Ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, visitou as obras e verificou as atividades da primeira etapa do eixo, responsável por dar funcionalidade a todo o empreendimento.

Atualmente, as obras do EN estão 94% concluídas. A expectativa é de que, 7,1 milhões de pessoas no estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraíba sejam beneficiadas após a finalização das obras.

A obra traz esperança aos agricultores e à população das localidades, tendo em vista que o Ceará está no seu quinto ano de estiagem e é um dos estados mais castigados pela seca. Além desta, no último dia 25, o Governo Federal também anunciou a liberação de recursos para a segurança hídrica no estado. O Cinturão das Águas e a construção de adutoras e cisternas são as principais obras realizadas no Ceará.