Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Assembleia Legislativa aprovou na sessão ordinária desta quinta-feira (12) requerimentos, de autoria do deputado Queiroz Filho (PDT), que solicitam à Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) a ampliação do Programa de Alergia a Proteína do Leite da Vaca (APLV) para todas as macrorregiões do Ceará.

“Atualmente, quem reside no interior do Ceará deve procurar a Secretaria de Saúde do Município, um hospital municipal ou uma Unidade Básica de Saúde local para solicitar o agendamento da primeira consulta ao Programa de Alergia a Proteína do Leite da Vaca, em Fortaleza. Portanto, com a ampliação dos pontos para cada macrorregião do Ceará, mais crianças poderão ser atendidas, beneficiando quem necessita de tal nutrição diferenciada”, explica Queiroz Filho.

O Programa do Governo do Estado do Ceará atende crianças de zero a três anos de idade com suspeita ou diagnóstico de alergia alimentar ao leite de vaca. A primeira consulta é agendada pela Central de Regulação, que pode direcionar o atendimento do paciente para o Centro de Saúde Meireles, Hospital Infantil Albert Sabin ou Núcleo de Atenção Médica Integrada (Nami/ Unifor), na Capital cearense.

Os pacientes são atendidos por uma equipe formada por gastropediatras, alergologistas, nutricionistas e enfermeiras. As mães são acompanhadas por psicólogo. Após a consulta com os especialistas, que fazem o diagnóstico da alergia ao leite e prescrevem a fórmula, o bebê é encaminhado para avaliação com a nutricionista, que indica o plano alimentar e a quantidade de fórmula a ser recebida conforme esse plano. Logo em seguida, no cadastramento, é feita a entrega da fórmula nutricional.

(*) Com informações Assessoria de Comunicação Deputado Queiroz Filho

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp