Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A advogada Ana Zelia Cavalcante trouxe orientações sobre o processo de divórcio, o qual têm aumentado nos dias atuais devido a alteração dentro do âmbito familiar causada pela pandemia do coronavírus e fazendo com que os familiares estejam convivendo de maneira mais intensa. Ela destaca que o aumento dos pedidos de divórcio tem ocorrido, sobretudo, por iniciativa das mulheres.

Segundo Ana Zelia, a tripla carga de trabalho e o aumento da violência doméstica são motivações que tem gerado crescimento no número de solicitações de dissolvimento da união conjugal por parte das mulheres. Diante disso, ela fala sobre uma nova modalidade com relação ao direito das famílias, a saber, o divórcio unilateral. Na sequencia, a advogada dá mai detalhes sobre o procedimento:

“Esse divórcio diz respeito a um direito que compete a cada um, o chamado direito potestativo, afinal de contas ninguém é obrigado a permanecer no casamento até que seja decidida todas as questões que dizem respeito a ele, como por exemplo, a divisão patrimonial e estipulação de pensão alimentícia”, pontua Ana Zelia.

Por fim, Ana Zelia orienta aqueles que pretendem se divorciar dizendo: “Procure a defensoria pública da sua localidade ou contrate um advogado particular levando em mãos a documentação básica, a certidão de casamento, caso você seja casado, se for uma união estável, você precisará reconhecer a união estável para depois dissolver. Em caso de casamento formal, você deve levar a certidão de casamento, identidade, comprovante de endereço, se tiver filho, certidão de nascimento dos filhos e aí será procedido o seu processo judicial”

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp