Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Governo do presidente eleito Jair Bolsonaro pode enfrentar, no primeiro trimestre de 2019, um verdadeiro apagar na área da Previdência Social. O ritmo de atendimento ao público pode cair de forma brusca porque, em janeiro, quase 11 mil e 500 servidores (mais de um terço do quadro de pessoal) poderão se aposentar – levando no valor do benefício 100% da gratificação por desempenho. 

O correspondente do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), Carlos Silva, dá os detalhes:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp