Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Os apicultores da Região dos Inhamuns voltam a cobrar à Secretaria do Desenvolvimento Agrário do Estado o funcionamento do entreposto do mel no município de Tauá.

O correspondente Alverne Lacerta trouxe as informações em sua participação, nesta quarta-feira (2), no  Jornal Alerta Geral (Expresso Fm 104.3 na Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior + Redes Sociais).

O correspondente relata que o entreposto, construído há 9 anos, nunca chegou a funcionar. Alverne ainda conta que o prédio, onde deveriam acontecer as atividades do equipamento, está se deteriorando devido a cupins e a ação dos ventos.

Confira as informações com o correspondente do Jornal Alerta Geral, Alverne Lacerda:

Nota SDA

Em nota a Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) informa aos ouvintes e produtores do programa Jornal Alerta Geral, que o entreposto de Tauá foi construído pela Secretaria de Cidades (SCidades). O investimento de R$ 143.798,00, oriundo do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop), compreende a entrega de um galpão de 400 m2 destinado ao beneficiamento do mel da região.

Atualmente, o equipamento se encontra sob a responsabilidade da Associação dos Apicultores de Tauá. A entidade pleiteou junto ao governo federal, pro meio do Programa Territórios da Cidadania, a aquisição dos equipamentos que atenderiam cerca de 80 famílias de apicultores. A execução do último processo, entretanto, não ocorreu e é a principal razão do não funcionamento do entreposto.

Como se pode averiguar, o não funcionamento do Centro Apícola não se deve a ação ou omissão dos órgãos do Governo do Ceará. Ainda assim, a SDA se mantém aberta ao diálogo e informa ao público que, nos últimos cinco anos, investiu R$ 5,6 milhões no fortalecimento da apicultura nos municípios de Poranga, Ararendá, Ipaporanga, Tamboril, Monsenhor Tabosa, Crateús, Novo Oriente, Independência, Parambu e Tauá.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp