Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O último Clássico-Rei que aconteceu no domingo (10), deixou prejuízos no estádio cearense após uma confusão entre os times. Ao todo, 385 cadeiras ficaram danificadas e cada assento custa, em média, R$ 350. Segundo vistoria da Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv) realizada na segunda e nesta terça-feira, o prejuízo total é de R$ 134.750,00.

As ações ocorreram no lado do Ceará e o mandante da partida era o Fortaleza. Os clubes aguardam o laudo para saber como o prejuízo será reparado. O pedido será emitido pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MP-CE) ao término da catalogação do estádio.

Além da despesa, o Ceará pode responder com possível perda de mando de campo e multa se for denunciado ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).O árbitro paulista Flávio Rodrigues de Souza relatou em súmula e responsabilizou o Ceará.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp