Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Auditoria Administrativa de Controle Interno do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) atua para garantir o cumprimento das políticas institucionais e das normas vigentes. Neste mês de maio, a unidade reforçou a importância do serviço e a forma de atuação.

Segundo o auditor-chefe, Leonel Oliveira, foi enviado comunicado para magistrados, secretários, diretores, chefes e demais servidores do Judiciário informando como o trabalho é realizado. O documento está disponível na Central do Conhecimento, na intranet do Tribunal. A medida segue recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

A Auditoria promove revisões, avaliações e acompanhamentos, com análises nas áreas financeira, contábil, orçamentária, de controle e de riscos de tecnologia da informação, de gestão de pessoas e demais atividades. Também define procedimentos e ações para evitar falhas de ordem operacional
Pode ainda emitir parecer em caráter opinativo, preventivo ou corretivo, com a finalidade de evitar possíveis erros e garantir que o gestor tenha segurança para tomar a decisão. “Desempenha função essencial ao recomendar melhorias às unidades do Tribunal de Justiça, já que alcança a avaliação da confiabilidade das informações, a eficiência e a eficácia das operações e o cumprimento de leis e normas aplicáveis”, explica Leonel Oliveira.

Maio é o Mês Internacional de Conscientização Profissional em Auditoria Interna. No Brasil, a campanha é de responsabilidade do Instituto dos Auditores Internos do Brasil (IIA, sigla em inglês), entidade sem fins econômicos, que presta serviços de formação, capacitação e certificação.

A AUDITORIA

A Auditoria é a unidade de controle interno do Judiciário, vinculada à Presidência do TJCE. Tem como missão contribuir para a consecução dos objetivos institucionais. Está prevista na Constituição Federal e em outras leis relativas. No âmbito externo, esse papel cabe ao Tribunal de Contas do Estado.

Com informação da A.I