Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Banco dos réus

Justiça Federal aceitou denúncia do Ministério Público Federal contra o ex-governador Cid Gomes por suposta prática do crime contra o Sistema Financeiro Nacional. Cid é acusado de obter fraudulentamente junto ao Banco do Nordeste financiamento de R$ 1,3 milhão para a construção de um galpão para locações em Sobral. Ex-governador tem prazo de 10 dias para apresentar defesa.

Troca de ideias

Zezinho Albuquerque (PDT), presidente da Assembleia, anunciou que a Casa deve retomar o convite para secretários estaduais falarem sobre as ações que vêm sendo desenvolvidas nas suas respectivas pastas. “Vamos convidar os secretários para voltar a ouvir os deputados e dizer o que já fizeram e o que têm a fazer.” – explicou.

Corta o cabelo dele!

A defesa de Rocha Loures, ex-deputado (PMDB-PR) e ex-assessor do presidente Michel Temer, preso pela Polícia Federal, entrou com pedido no Supremo, para ter acesso à “totalidade” das gravações da delação de executivos da JBS. Também é solicitado que não lhe seja imposto “tratamento desumano e cruel” e que não tenha o cabelo raspado.

O preço do corte

Loures é acusado de receber R$ 500 mil em propina da JBS em nome de Temer. O suposto suborno seria a primeira parcela de uma propina de R$ 480 milhões a ser paga ao longo de 20 anos, conforme o sucesso das transações da empresa. Temer e Loures são investigados por corrupção, obstrução de Justiça e organização

criminosa em inquérito aberto no STF a pedido do procurador-geral Rodrigo Janot.

As voltas do mundo

Registros de campanhas eleitorais passadas mostram lideranças políticas do país elogiando Rocha Loures, hoje conhecido como “deputado da mala”. Temer gravou na campanha de 2014 vídeo favorável ao ex-assessor contando sua relação com ele. Na gravação, de um minuto, dizia que o então candidato a deputado tinha feito um “belíssimo trabalho” e que falava, “com prazer” sobre seu subordinado, em um depoimento “verdadeiro, real”.

As voltas do mundo 2 Quatro anos antes, Rocha Loures foi candidato a vice-governador na chapa do pedetista Osmar Dias, então apoiado pelo PT. Presente em comícios de Lula e de Dilma Rousseff, então candidata a presidente, ele recebeu elogios dos petistas. Em um ato de campanha, Lula comparou Rocha Loures, ao então vice-presidente José Alencar, chamando-o de “Zé Alencarzinho do Paraná, um menino de caráter, filho de um homem de bem (…). Vocês podem estar trabalhando para construir uma nova geração de políticos no Estado.”

Parambu contra meningite

Na tribuna da Assembleia, ontem, a deputada Aderlânia Noronha (SD) recebeu ligação telefônica do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), e do deputado Genecias Noronha (SD), garantindo mais vacinas contra meningite para imunizar toda a população do município. Ela agradeceu aos parlamentares federais cearense e ao secretário de Saúde do Estado, Henrique Javi, que atenderam ao seu apelo para ajudar Parambu.

Fim de inverno

A quadra chuvosa 2017 no Ceará foi encerrada oficialmente no dia 31 de maio, significando o fim do período de principais precipitações no Estado. Dessa forma, no início de junho, a Funceme apura e confere os dados pluviométricos para avaliar a estação de chuvas e os impactos nos setores. O resultado dessa avaliação será apresentado pelo presidente do órgão, Eduardo Sávio Martins, no dia 13, às 9h30, no auditório da Funceme.

Dinheiro na mão

A Caixa Econômica Federal inicia neste sábado (10) o pagamento das contas inativas do FGTS para trabalhadores nascidos nos meses de setembro, outubro e novembro. Previsto inicialmente para o dia 16, o pagamento da quarta fase foi antecipado, beneficiando mais de 7,5 milhões de brasileiros. O valor total disponível ultrapassa R$ 10,9 bilhões e equivale a aproximadamente 25% do total disponível.

Paga e não bufa

O Ministério Público Federal no Ceará obteve decisão que determina o pagamento de multa de R$ 30 mil pelo empresário Argemiro Guidolin Filho, dono da barraca Crocobeach, localizada na Praia do Futuro, em Fortaleza. A Justiça Federal considerou que ele desobedeceu decisão judicial que determina que o estabelecimento não pode impedir o comércio de ambulantes na praia.

Prova

O pedido de aplicação de multa foi feito pelo MPF, em abril, depois que matérias veiculadas na imprensa apresentaram vídeo em que um vendedor ambulante é espancado por seguranças da Crocobeach. Para a Justiça, o vídeo

apresentado pelo Ministério Público como prova não deixa dúvida de que há uma política oficial adotada pela barraca de praia para impedir a atuação de ambulantes.