Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
A Comissão da Infância e da Adolescência da Assembleia Legislativa realiza nesta quinta-feira 4, a partir das 14h30, audiência pública para discutir “a problemática das brincadeiras perigosas difundidas nas redes sociais”. O debate, que acontece no Complexo de Comissões Técnicas da Casa, atende a requerimento da deputada Bethrose (PMB), presidente do colegiado.

A parlamentar explicou que hoje existe uma prática divulgada por meio de redes sociais e no canal de vídeos Youtube que está levando adolescentes à morte, como o “jogo do desmaio”. Segundo Bethrose, o desafio consiste em provocar a não oxigenação do cérebro por sufocamento. Há também a disseminação do desafio “Baleia Azul”, que lança 50 tarefas ao participante, sendo a último o suicídio, conforme destacou a deputada. “É preciso alertar os pais para esses riscos e ajudá-los no combate a essas práticas”, disse.

Para expor sobre essa problemática, foi convidado para a audiência Demétrio Jereissati, fundador do Instituto Dimicuida, criado há 16 anos, após um jovem perder a vida praticando o jogo do desmaio. A vítima era filho de Demétrio. A proposta do instituto é oferecer ajuda aos pais, monitorar as páginas, trabalhar com ações preventivas com educadores e também denunciar conteúdo impróprio sobre o tema. Hoje são aproximadamente 19 mil vídeos na internet divulgando práticas perigosas.

Fonte: Assembleia Legislativa