Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O comércio pelo País de produtos de origem animal de pequenos produtores, como queijos e embutidos, ganhou força na última terça-feira com a aprovação na Câmara de um projeto de lei que flexibiliza a sua inspeção. O texto, que ainda precisa ser aprovado pelo plenário do Senado, faz com que os selos concedidos pelos Estados tenham força federal, permitindo a circulação dos produtos por todo o País.

Assim, o burocrático SIF (selo do Serviço de Inspeção Federal) seria usado apenas nas transações de exportação. Hoje, o SIF causa dor de cabeça em muitos pequenos produtores, que chegam a levar dois anos perseguindo regras para obter a certificação. Com o projeto de lei, os selos municipais também serão beneficiados e ganharão força de selo estadual.

O secretário de Fiscalização do Ministério da Agricultura, Luis Rangel, diz ver o projeto de lei com bons olhos. Para ele, não importa se o selo é nacional ou estadual, mas se a produção segue as regras sanitárias.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp