Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O governador Camilo Santana (PT) cumpre uma corrida agenda, nesta quarta-feira, em Brasília, para articular, junto ao Governo Federal, a liberação de recursos para ampliar os serviços prestados pelo Hospital Regional do Sertão Central e, também, a retomada das obras do trecho da Transposição do Rio São Francisco, entre Salgueiro (PE) e Jati (CE).

A primeira audiência de Camilo foi com o ministro da Saúde, Ricardo Barros. Uma das preocupações do governador cearense é com a demora na transferência de recursos federais para ampliação do atendimento no Hospital de Quixeramobim, no Sertão Central.

Após a reunião no Ministério da Saúde, Camilo Santana cumpre agenda com o Ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, para expor mais uma vez a situação delicada com os reservatórios de água no Ceará. Camilo cobra a retomada das obras da transposição.

As obras do canal da transposição, entre Salgueiro (PE) e Jati (CE), estão atrasadas após as empresas contestarem o processo licitatório. A preocupação de Camilo Santana é que, sem o reinício dessas obras, as águas do Rio São Francisco demorar a chegar ao Ceará. As obras da transposição já foram concluídas e inauguradas, na última sexta-feira, na Paraíba. A Paraíba já recebe as águas do São Francisco.

Camilo tem, ainda, nesta quarta-feira, a partir das 15 horas, audiência com o Ministro das Cidades, Bruno Araújo, para tratar sobre obras de infraestrutura em cidades da Grande Fortaleza e Interior, como saneamento básico e Minha Casa, Minha Vida. E, nessa quinta-feira, Camilo acompanha, em São Paulo, o leilão do Aeroporto Internacional Pinto Martins.

A privatização do Pinto Martins possibilitará a atração de novos investimentos na Grande Fortaleza, como, por exemplo, a implantação do HUB da LATAM centro de distribuição de vôos da TAM no Nordeste, com um investimento de R$ 4 bilhões. As cidades de Fortaleza, Recife e Natal disputam o investimento.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp