Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em 2018, o Ceará criou 23.007 empregos formais (com carteira assinada), resultado positivo em comparação ao verificado em 2017, quando houve um recuo de 2.450 vagas. Segundo o comentarista de Economia do Jornal Alerta Geral, Carlos Alberto Alencar, o desempenho do ano passado colocou o Estado na oitava posição na geração de empregos entre os 26 estados e o Distrito Federal. No Nordeste, o Ceará ficou em segundo lugar, atrás apenas da Bahia, que ocupou a quinta colocação no ranking nacional. 


Confira a análise completa do economista Carlos Alberto Alencar clicando no player abaixo: