Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O número de empresas registradas no Ceará, de janeiro a novembro deste ano, foi de 82.079 segundo os dados da Junta Comercial do Estado do Ceará (Jucec), autarquia vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet). O saldo, obtido por meio da redução do número de aberturas e fechamentos, foi de 56.901 este ano, contra 50.701 empreendimentos em 2019, o que corresponde ao crescimento de mais de 18% no saldo de empresas.

Os microempreendedores individuais (MEI) somaram 69.426 registros de abertura de empresas do número total de registros em 2020, o que coloca o MEI como o tipo jurídico mais aberto no estado do Ceará. Em relação aos fechamentos, os MEIs totalizaram 15.519 baixas, até novembro deste ano. Em 2019, foram registradas 19.529 extinções no mesmo período, o que corresponde a redução de 25 % no número de fechamento de empresas do tipo MEI.

O setor de serviços se destacou entre os demais setores: comércio e indústria, e totalizou 6.638 registros. Entretanto, os CNAEs mais abertos nesse período foram no setor de comércio. São eles comércio varejista de artigos de vestuário, comércio varejista de mercadorias em geral e promoção de vendas com o número de aberturas de 5585, 2609, e 2579, respectivamente.

Em relação aos municípios, as cidades que mais abriram empresas este ano foram Fortaleza, com 40677 constituições, seguida de Caucaia e Juazeiro do Norte, que registraram 3569 e 2700 novos negócios, respectivamente.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp