Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Setor Pré-Processual do Centro Judiciário de Solução de Conflitos (Cejusc) da Comarca do Crato, no período de novembro de 2016 a junho deste ano, alcançou índice de 75% de conciliação, “em mais de cem procedimentos cadastrados”, conforme dados divulgados pelo Centro.

Ainda neste mês de junho, o setor passou a realizar sessões de mediação referentes a divórcio, pensão alimentícia, guarda e regulamentação de visitas. Ao todo, foram agendados 35 procedimentos referentes aos assuntos, dos quais quatro resultaram em acordos já devidamente sentenciados.

Segundo o coordenador do Cejusc, juiz José Batista de Andrade, “a tramitação dos feitos, quando as partes celebram acordo na primeira sessão de mediação, tem em média uma duração de 30 a 45 dias, sendo que ao final do período, o procedimento já se encontra com a sentença”. O magistrado também informou que as audiências tiveram a participação do promotor de Justiça Thiago Marques Vieira.

O Cejusc do Crato, o mais antigo do Interior do Estado, possui dois setores que trabalham com mediação e conciliação: Pré-Processual e Processual. Tem ainda o Setor Cidadania, no qual as pessoas são orientadas e têm suas reclamações cadastradas.

O Centro conta com seis conciliadores nomeados pelo juiz coordenador, por meio de portaria, sendo que todos participaram do Curso Formação de Conciliadores e Mediadores, ofertado pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE).

Com informação da A.I

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp