Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Desde que retomou as atividades presenciais, em meados de junho deste ano, o Departamento Estadual de Trânsito do Ceará chegou à marca de 106.410 vistorias veiculares realizadas pelo órgão em Fortaleza e vários municípios do interior do Ceará.

Devido à pandemia provocada pelo Coronavírus, os serviços foram suspensos em 20 de março e retornaram em 16 de junho, respeitando os decretos estaduais de reabertura gradual das atividades bem como todas as recomendações das autoridades sanitárias. Várias medidas foram adotadas para evitar contaminação e aglomerações, como o agendamento do serviço através da Internet e o distanciamento necessário entre os usuários e vistoriadores.

Em 2019, o Detran realizou, em média, 50 mil vistorias por mês, em todo o Ceará. Este ano, antes da pandemia, a média estava sendo mantida até os meses que antecederam a suspensão das atividades. Com a retomada gradual, em julho, foram realizadas 37.007 e, em agosto, foram realizadas 60.998 vistorias, superando já a média de 2019 e demonstrando que houve ampliação significativa das vagas ofertadas no agendamento.

Somente na regional do Detran que atende a grande Fortaleza são ofertadas 1.330 vagas por dia e um total de 29.260 por mês para vistoria veicular. Esta regional é formada por postos que atendem tanto a capital como região metropolitana em municípios como: Pacajus, Maranguape, Caucaia, Maracanaú, Cascavel, Pacatuba e Horizonte.

Demanda pelo Serviço

Após quase 90 dias de serviços suspensos, a demanda por estes serviços ficou reprimida. Além disso, o Ceará registrou uma alta de 107% na venda de veículos novos, conforme a Fenabrave e há registros também do aumento de financiamentos de veículos usados, conforme o Sindivel. Tudo isso faz com que a demanda por serviços como emplacamentos e transferências aumente ainda mais a necessidade de vistorias feitas pelo Detran que são necessárias para a conclusão desses negócios que movimentam a economia cearense. Por isso, o órgão não mediu esforços para retomar este atendimento presencial, sempre de forma segura, disponibilizando-o atualmente em 38 postos, sendo 6 na capital e 32 no interior do estado que atendem a proprietários, despachantes e concessionárias.

Prazos Prorrogados

Importante ainda ressaltar que, conforme a Resolução 185, do Denatran – Departamento Nacional de Trânsito – ficam interrompidos, por tempo indeterminado, para fins de fiscalização, o prazo para o proprietário realizar a expedição de Certificado de Registro de Veículo (CRV, também conhecido como DUT) em caso de transferência de propriedade de veículo adquirido desde 19/02/2020 e o prazo para registro e licenciamento de veículos novos, desde que ainda não expirados. Ou seja, quem ainda não conseguiu efetuar a transferência do seu veículo no prazo de 30 dias após a comunicação de venda, não precisa se preocupar, pois não será multado por isso.