Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) abriu suas portas para dezenas de estudantes universitários conhecerem um pouco mais do trabalho de criminalística de forma geral. Hoje (08) e amanhã (09), os alunos participam da palestra “Criminalística e Investigação de Homicídios”, realizada no auditório da DHPP e ministrada pelo diretor da Divisão de Proteção ao Estudante (Dipre) da PCCE, Silvio Maia, que também é instrutor da Academia Estadual de Segurança Pública (AESP) e tutor nos cursos de Ensino a Distância do Ministério da Justiça/Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Nesta segunda (08), o evento alcançou público de mais de 100 universitários de cursos da área da Saúde e de Direito, como também gestores das instituições de ensino. Além de tratar de assuntos relacionados à investigação de homicídios, a palestra objetivou arrecadar alimentos não-perecíveis, entregues no ato das inscrições. Os mantimentos, arrecadados na campanha Segurança e Solidariedade, realizada desde o último dia 18, serão doados para as famílias de crianças carentes, vítimas de câncer, que estão em tratamento no Hospital Infantil Albert Sabin.

O palestrante, Silvio Maia, fez explanações de assuntos relacionados a matérias criminais que são envolvidas na investigação de homicídios e de ciências forenses, como hematologia, balística e criminalística, que são ciências utilizadas para decifrar e obter dados de provas materiais, entre outras abordagens. Ele ainda falou da averiguação da prova com base no Código do Processo Penal. “É uma excelente oportunidade de agregar valores e de mostrar para a sociedade como é desenvolvido o trabalho policial e que a investigação é algo científico e não empírico”, destaca Maia. Os participantes também fizeram perguntas e assistiram a uma demonstração prática de análise de digitais.

“Um dos princípios da investigação criminal é que todo contato deixa uma marca. A gente aproveita essa assertiva para expressar a nossa satisfação em realizar esse evento, deixando duas marcas que consideramos essenciais na formação do cidadão: a marca do conhecimento e a da solidariedade. Aliamos os dois e aproximamos as forças de segurança pública, em especial a Polícia Civil por meio da DHPP, com a comunidade acadêmica para juntos alcançarmos o máximo de conhecimento e demonstrarmos nosso espírito de solidariedade para, assim, contribuir para a transformação positiva da realidade na qual estamos inseridos na sociedade”, avalia o delegado Leonardo Barreto, diretor da DHPP.

Amanhã (09), a palestra também ocorre no auditório da especializada e a partir das 14 horas, como hoje. Já a ação solidária de arrecadação de alimentos ocorrerá até a próxima quarta (10).

Fonte: SSPDS