Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Adotar hábitos saudáveis, com alimentação rica em fibras, frutas e verduras, é fundamental para que o organismo mantenha seu bom funcionamento. Reforçar essa mensagem é uma das missões do Centro de Diabetes e Hipertensão (CIDH), da rede pública do Governo do Ceará. A Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), através do CIDH, faz um alerta, principalmente às pessoas que têm diabetes e hipertensão, sobre a importância de cuidar da saúde em todos os dias do calendário.
Neste domingo, 9 de abril, será realizada uma manhã de atividades de promoção da saúde à população, no Parque do Cocó, das 8 às 12 horas, pela Sesa, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza e Serviço Social do Comércio (SESC). A atividade é alusiva ao Dia Mundial da Saúde, 7 de abril. Haverá orientação sobre alimentação saudável, medição do Índice de Massa Corpórea (IMC), avaliação nutricional, atividades físicas, aula de dança, verificação de pressão arterial, blitz contra o Aedes aegypti e orientação sobre prevenção de quedas para idosos.
Os serviços à comunidade serão oferecidos junto com as atividades do Projeto Viva o Parque, coordenado pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema). O evento contará com a participação dos secretários Henrique Javi (Saúde) e Artur Bruno (Meio Ambiente).
Alimentação saudável
Condições clínicas que frequentemente se associam, o diabetes e a hipertensão arterial são doenças que podem ser mantidas sob controle com a prática da alimentação saudável. “A alimentação saudável é condição essencial para uma boa qualidade de vida dos pacientes. A dieta mal controlada, com excesso de sal e açúcar, acarreta inúmeros problemas”, ressalta a nutricionista Marília Holanda. A boa alimentação é feita de forma equilibrada e rica em alimentos variados que contenham proteínas, vitaminas e minerais, ingeridos de forma balanceada.
Boa parte das pessoas tem uma rotina atribulada, cheia de compromissos e com isso fica mais fácil recorrer a alimentos industrializados, que proporcionam uma refeição mais rápida. O estilo de vida sedentário, as refeições com poucos vegetais e frutas, além do excesso de alimentos com fritura e açúcar se refletem no aumento da quantidade de pessoas com descontrole das doenças, em todas as faixas etárias. “O grande problema é que na maioria das vezes, esses alimentos não têm valor nutritivo algum, saciam apenas, mas não trazem benefício a saúde”, enfatiza Marilia.
Diabéticos
No Centro, os diabéticos e hipertensos são acolhidos no setor de nutrição, onde é feito uma avaliação antropométrica para saber o diagnóstico do estado nutricional e também uma avaliação bioquímica, bem como o seu inquérito alimentar. “Todo paciente tem um plano alimentar individualizado, que atende as exigências de uma alimentação saudável, do controle do peso corporal, das suas preferências pessoais e do seu poder aquisitivo”, reforça a nutricionista.
O CIDH é referência na assistência de nível secundário a pacientes com diabetes e hipertensão O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 7 às 17 horas. Para a primeira consulta no Centro de Diabetes e Hipertensão, é necessário que o paciente procure antes um posto de saúde para o agendamento e encaminhamento. Já para as consultas de retorno, a marcação é feita diretamente no Centro.
Dicas para uma alimentação saudável
Manter uma alimentação saudável, praticar atividades físicas e ir ao médico regularmente são importantes para manter a diabetes e a hipertensão sob controle. A nutricionista dá algumas dicas:
– Tenha uma boa alimentação, rica em fibras, legumes, verduras e frutas. E com adequado teor de gordura e carboidratos.
– Mantenha o peso corporal adequado.
– Fracione a alimentação, ou seja, coma de três em três horas.
– Reduza o consumo de sal.
– Frutas e verduras devem ser prioridade na dieta.
– Por terem um alto teor de sódio, os alimentos industrializados devem ser evitados, como temperos prontos, salgados de saco e fast food.
– Dê preferência aos temperos naturais como limão, ervas, alho, cebola, salsa, coentro e cebolinha
– Evite o consumo de bebidas alcoólicas, principalmente as destiladas, que muitas vezes causam o aumento da pressão.
– Os refrigerantes devem ser evitados. Além do excesso de açúcar, contém ainda muito sódio.
– O excesso de cafeína deve ser evitado.
– Faça exercícios. Pare de fumar.
– Controle a pressão arterial.
– Faça exames periódicos para avaliar o controle do diabetes, assim como o rastreamento das complicações.
– Controle seu colesterol.

Fonte – Secretaria de Saúde do Estado