Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A vice-governadora do Ceará, Izolda Cela, acompanhada do secretário estadual da Cultura, Fabiano Piúba, participou, nesta quinta-feira (19), da posse do Comitê Consultivo Intersetorial da Chapada do Araripe – Patrimônio da Humanidade, em Nova Olinda, no Cariri. Ela representou o governador Camilo Santana no evento.

“É um trabalho que vem para alimentar e assoprar essa chama de memória e riquezas do Cariri. Isso ter essa repercussão é importante para sermos uma humanidade melhor. Precisamos desses sentidos, desses propósitos e dessas raízes para construirmos o mundo que desejamos: mais justo, mais igual e mais feliz”, discursou a vice-governadora.

Comitê

Criado por meio do decreto 33.341, de 11 de novembro de 2019, o grupo, coordenado pela Secretaria da Cultura do Ceará (Secult), tem o objetivo de promover, articular, garantir, coordenar e executar programas, projetos e ações em torno da proposta da candidatura da Chapada do Araripe como patrimônio cultural e natural da humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

“A candidatura, apresentada por várias instituições, é uma candidatura que agrega cultura e natureza numa perspectiva de bioetnodiversidade. A floresta, essa floresta que está aí para a gente escutar, para que ela nos revele a história que está debaixo do chão, é uma floresta petrificada, mas também uma floresta exuberante”, apontou o secretário estadual da Cultura, Fabiano Piúba.

Chapada do Araripe

A Chapada do Araripe é conhecida por suas riquezas naturais e culturais. A criação do Comitê concretiza proposta encaminhada do I Seminário Patrimônio da Humanidade Chapada do Araripe, realizado em agosto no Cariri. A ação é resultado da integração entre os três níveis de governo, organismos internacionais, universidades, instituições não-governamentais, técnicas e científicas.

“Pensamos patrimônio da humanidade realmente como algo da humanidade, porque, pelo mundo, eles só têm investimentos de ricos. No Cariri, pensamos diferente”, disse Alemberg Quindins, presidente da Fundação Casa Grande, instituição que integra o grupo de trabalho.

Participações

Estiveram também na posse do Comitê os prefeitos de Nova Olinda, Ítalo Alencar, e do Crato, Zé Ailton Brasil, a secretária estadual da Educação, Eliana Estrela, o reitor da Urca, Francisco Lima Júnior, e o presidente do Sistema Fecomércio do Ceará, Maurício Filizola.

Composição do Comitê

O Comitê Consultivo Intersetorial da Chapada do Araripe é formado por representantes dos seguintes órgãos e instituições:

– Secretarias estaduais da Cultura (Secult), do Meio Ambiente (Sema), do Turismo (Setur), da Ciência e Tecnologia (Secitece);
– Casa Civil do Ceará;
– Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap);
– Universidade Regional do Cariri (Urca);
– Universidades federais do Cariri (UFCA) e do Ceará (UFC);
– Universidade Estadual do Ceará (Uece);
– Sistema Fecomércio do Ceará (SESC/Senac);
– Fundação Casa Grande – Memorial do Homem Kariri;
– Instituto Cultural do Cariri (ICC);
– Base Educacional de Ação e Trabalho de Organização Social – Beatos;
– Centro Pró–Memória de Barbalha Josafá Magalhães;
– Sistema Estadual de Museus do Ceará;
– Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos (Aquasis).

 

 

 

 

(*)com informação do Governo do Estado do Ceará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp