Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Por meio das secretarias da Saúde (Sesa) e da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o Governo do Ceará vai realizar ação educativa para conscientização do uso de máscara no Aeroporto Internacional de Fortaleza. O trabalho é promovido em parceria com a Fraport Brasil e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Taxistas, motoristas de transportes de aplicativos, lojistas e demais trabalhadores da comunidade aeroportuária também receberão recomendações sobre o uso do equipamento de proteção.

A ação, que acontece nesta quinta-feira (15) e sexta-feira (16), vai contar com a participação de técnicos da Coordenadoria da Vigilância Sanitária do Estado e com policiais militares do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur). Para a técnica da Vigilância Sanitária da Sesa, Jane Cris Cunha,

“o objetivo dessa ação é desenvolver uma consciência sanitária coletiva sobre a importância do uso de máscara nas áreas do saguão do aeroporto e na praça de alimentação”.

A diretora de marketing, comunicação e qualidade da Fraport Brasil, Natalie Valezi, reforça que

“a conscientização é importantíssima, pois cada indivíduo é pessoalmente responsável pelo uso da máscara. Demais medidas como sinalizações sobre distanciamento, orientações por aviso sonoro e vídeo, disponibilização de álcool gel e intensificação da limpeza, entre outras, foram implementadas desde o início da pandemia, para oferecer um ambiente limpo e seguro aos passageiros e usuários”.

No mês de março, foi implantada a barreira sanitária no Aeroporto de Fortaleza. A equipe foi treinada para atuar na identificação e monitoramento de casos suspeitos de Covid-19. Já passaram pela a barreira 308 mil passageiros provenientes de 1.854 voos.

Na barreira é realizado procedimento de aferição da temperatura corporal e triagem. Em alguns casos, são feitos encaminhamentos à rede de atenção, o que tem aprimorado a detecção precoce de casos. Essa ação favorece a redução do processo de propagação da doença.

“Precisamos ter em mente que a pandemia da Covid-19 ainda não acabou, e o uso da máscara é muito importante para o controle da doença”, reforça Jane Cris.

As áreas de portos, aeroportos, fronteiras e recintos alfandegados no país são consideradas estratégicas em função do fluxo de viajantes, da circulação de meios de transporte internacionais e nacionais e do transporte de cargas.