Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Diante do rombo nas contas públicas, o governo, com necessidade de aumentar a arrecadação, anunciou nessa quarta-feira que pretende privatizar a Casa da Moeda. A expectativa é de que o edital seja publicado no segundo semestre do ano que vem.

A forma como a Casa da Moeda será desestatizada ainda será definida. Integrantes do conselho do Programa de Parcerias de Investimento (PPI) afirmam que ainda serão feitos estudos para definir o modelo mais interessante. Pode ser que seja vendida somente 51% e a União continue no negócio.

No entanto, sem recursos no caixa para cobrir os sucessivos prejuízos da Casa da Moeda, o mais provável é que a União se retire completamente do controle.

Dentre os projetos contemplados pelo PPI até o final deste ano, estão, terminais portuários, 11 lotes de linhas de transmissão, rodadas de petróleo e gás do pré-sal e aeroportos.