Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A disputa pelo Governo de São Paulo continua quente e promete ser uma disputa entre Paulo Skaf (MDB) e João Doria (PSDB). Pesquisa Ibope divulgada nessa terça-feira, 25, aponta que os dois estão tecnicamente empatados. Skaf teve 24%, contra 22% de Doria. A margem de erro do levantamento é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Em relação à pesquisa Ibope da última quarta, 19, o candidato do MDB manteve o mesmo índice, e o tucano oscilou de 23% para 22%. O governador Márcio França (PSB) foi de 9% para 12%. Luiz Marinho (PT) teve 6% contra 8% na semana passada.

A intenção de voto branco ou nulo chegou a 18%, contra 17% na pesquisa anterior. O índice de entrevistados que não souberam ou não responderam foi para 7%; na semana passada, eram 11%.

O Ibope fez a pesquisa entre os dias 22 e 24 de setembro, em 96 municípios em todo o estado, com 2.002 entrevistados. As cidades onde as entrevistas foram feitas ainda não foram divulgadas. A pesquisa foi contratada pelo jornal “O Estado de São Paulo” e pela TV Globo, registrada no TSE com o número BR-07197/2018 e no TRE-SP com o número SP-09074/2018.

O intervalo de confiança estimado para a pesquisa é de 95%. Segundo o Ibope, isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados serem um retrato do “atual momento eleitoral”.

Segundo turno

O Ibope também mostrou aos entrevistados uma simulação de segundo turno entre Doria e Skaf. No confronto direto, o emedebista venceria o tucano.

Na comparação com a pesquisa anterior, a distância de Skaf para Doria aumentou de 4 pontos – o que caracterizava empate técnico no limite da margem de erro – para 8 pontos. No entanto, Skaf chegou a conseguir uma vantagem de 9 pontos na pesquisa de 10 de setembro (41% a 32%).

Rejeição

Outra pergunta do Ibope aos eleitores foi sobre a rejeição aos candidatos, questionando em quem não votariam de jeito nenhum. Como os entrevistados podiam escolher mais de um nome, a soma dos percentuais das respostas é maior que 100%. Nesta categoria, Doria tem 33% de rejeição, seguido por Skaf com 19% e Marinho com 18%.

Com informações do Portal Uol Notícias