Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

De Sérgio Moro, em evento da Jovem Pan, sobre aparecer em pesquisas eleitorais: “Eu já falei mais de uma vez: eu acho que as profissões políticas são das mais belas. Nós temos eventualmente imagens pejorativas por causa de escândalos de corrupção, mas temos bons políticos, é uma minoria que adere a práticas criminosas. Mas é preciso ter um perfil e eu não me vejo com esse perfil. Então reitero que não sou candidato e não serei candidato.”

Enquanto isso…

 O juiz Mirko Vincenzo Giannotte, de Mato Grosso, que ganhou meio milhão de reais em julho, entre salário, gratificações, “vantagens eventuais” e indenização, disse a O Globo que não está nem aí com a repercussão da notícia… “Eu não tô nem aí. Eu estou dentro da lei e estava recebendo a menos. Eu cumpro a lei e quero que cumpram comigo.”

Ainda tem mais

Giannotte trabalhou em instâncias superiores, ganhando como juiz de primeira instância, e agora embolsa a diferença. Ele afirmou que, pelas suas contas, ainda tem a receber R$ 750 mil de passivos acumulados. E que, quando receber, vai noticiar no Facebook. Pura arrogância e falta de respeito com os próprios colegas, como correto Sergio Moro. Em suma, tem maus profissionais tanto na política, como no Judiciário.

 Não tem jeito

Andréia Sadi informa que Denise Silva dos Reis Leal e Cintia Borba ganharam apartamentos funcionais em Brasília. A primeira é nutricionista de Marcela Temer e a segunda cuida de assuntos particulares da primeira-dama, como as roupas que ela usa em eventos públicos. E precisa mesmo? E somos nós que temos que pagar a conta? Cadê o maridão, tá morto? E o cabeleireiro? A manicure?

Paga e não bufa

O grosseirão e machista Jair Bolsonaro terá mesmo de pagar R$ 10 mil de indenização a Maria do Rosário. Por unanimidade, a Terceira Turma do STJ rejeitou recurso do deputado, que, em 2014, disse que a petista “não merecia ser estuprada”. Foi pouca a indenização, pois a atitude do deputado-milico revela que ele é capaz de estuprar uma pessoa.

Tudo em Paes

No pedido de busca e apreensão contra Rodrigo Bethlem, homem de confiança do ex-prefeito do Rio, Eduardo Paes, o Ministério Público Federal registra trocas de mensagens entre ele e Lélis Marcos Teixeira, presidente da Fetranspor, alvo da operação Quinto do Ouro. Segundo o MPF, nas mensagens Bethlem tranquiliza a “turma” do transporte público. Os investigadores também identificaram diversos e-mails que “comprovam o estreito relacionamento entre Rodrigo Bethlem e Jacob Barata Filho, preso no esquema de propinas das empresas de ônibus.

 Ajudazinha boa

Camilo Santana sancionou nessa terça-feira (15), durante transmissão ao vivo em sua página no Facebook, a lei que regulamenta o programa de educação AVANCE – Bolsa Universitário. O projeto auxilia alunos matriculados na rede pública de ensino superior com um salário mínimo (R$ 937,00) durante o primeiro semestre letivo ou meio salário durante o primeiro ano. Nesta fase inicial, mil alunos já matriculados nas universidades públicas cearenses serão contemplados.

Não é fácil

 Para garantir o benefício, os alunos precisam estar matriculados em universidade pública, terem cursado o ensino médio na rede pública, serem membros do programa Bolsa Família e terem tirado média no Enem igual ou superior a 560 pontos. Além do AVANCE, Camilo sancionou a lei que implementa no Ceará a Universidade Aberta do Brasil (UAB), sistema de educação e formação à distância, com a criação e manutenção de Polos de Apoio Presencial.

Sem drogas

A Assembleia Legislativa levará quinta e sexta-feira a Campanha Ceará sem Drogas para Ocara e Russas. Os dois eventos contarão com a presença do ex-jogador da Seleção Brasileira e comentarista de futebol da TV Globo, Walter Casagrande. Amanhã (17), as atividades serão realizadas a partir das 15h30, na Escola de Ensino Médio Almir Pinto, na rua Cassiano Correia, em Ocara. Na sexta-feira, a partir das 9h30, os integrantes da comissão estarão na quadra da Unidade Educacional Coração Imaculado de Maria, em Russas.

Conscientização

“A campanha Ceará Sem Drogas leva agora a sua mensagem ao Maciço de Baturité e ao Vale do Jaguaribe. Temos certeza de que os jovens estão cada vez mais conscientes em relação às consequências nocivas da dependência química e que os municípios atuam cada vez mais no combate às drogas”, afirma Zezinho Albuquerque (PDT), presidente da Assembleia Legislativa.

 Leite bom

 O Hospital Geral de Fortaleza realiza até o próximo dia 30, diferentes atividades em referência ao Agosto Dourado, mês dedicado ao incentivo à amamentação. Na programação, mobilização no shopping e hospital, orientando a população sobre a importância e os benefícios do aleitamento para mãe e bebê, doação de leite materno e arrecadação de frascos de vidro com tampas de plástico para armazenamento do leite doado ao Banco de Leite Humano do HGF.

 Integridade e Ética

 O Banco do Nordeste promoverá, no dia 28, o I Fórum de Integridade e Ética, que reunirá integrantes de órgãos de controle externo e de instituições governamentais convidadas, gestores e técnicos. Os ministros do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, e o da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, participarão da abertura do evento.

Desafio

Objetivo do evento é discutir e propor ações de melhores práticas para aplicação do Programa de Integridade do BNB em atendimento à legislação específica sobre o assunto. Marcos Holanda, que preside a instituição há dois anos, ressalta que “o banco se sente desafiado a continuar avançando na lógica da boa governança como alvo fundamental para o desenvolvimento do País”. Em dezembro último, o BNB foi reconhecido pelo TCU com o Prêmio Mérito Brasil de Governança e Gestão Públicas por apresentar processos de gestão de risco e controles com bom grau de maturidade.

“Apagão” na sala de aula

O Brasil está vivendo um “apagão” grande e preocupante na formação de professores, e deve encontrar caminhos para estimular a formação desses profissionais. A avaliação é da diretora da Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep), Amábile Pacios. Segundo ela, a falta de professores para as matérias de exatas é o que mais preocupa. O tema foi abordado durante audiência pública da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados.

Profissão em baixa

“Temos que incentivar as instituições a continuar investindo nos cursos de licenciatura, apesar da baixíssima procura, e incentivar as universidades federais a continuar formando professores, e acima de tudo convocar a juventude para a profissão de ser professor. Em todos os aspectos, nenhum país pode ir para a frente se não tiver professor. A educação acontece diariamente, com o professor em sala de aula”, disse Amábile.

Desvalorização

Na avaliação da professora, o desinteresse dos alunos na carreira decorre da desvalorização da profissão na sociedade. “Esse desprestígio da profissão por parte da sociedade e das famílias desestimula as pessoas a fazerem cursos de licenciatura”. Uma sugestão apresentada por ela é a de oferecer vantagens para entidades privadas que quiserem exercer o papel de formar professores no país, como a facilitação na avaliação de instituições que oferecerem cursos de licenciaturas. A proposta já foi apresentada ao Ministério da Educação.