Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

“Para quem em visita à Noruega pensa estar na Suécia, e, ao lado do presidente paraguaio, trata-o como governante de Portugal, uma confusão a mais seria apenas natural e inevitável. Não fosse, dessa vez, uma viagem de Michel Temer a respeito de si mesmo, ao acreditar que o afundamento de Joesley Batista extingue os efeitos judiciais e políticos do que tramaram no seu encontro noturno. A situação de Temer, na verdade, agravou-se muito. Além de inalterada, a já conhecida incriminação que Joesley lhe fez ganhou, entregue em malas e caixas, volumosa contribuição do seu parceiro Geddel Vieira Lima.” Modestamente, assino em baixo.

Magoou

Lula disse que está “muito decepcionado” com Palocci. Negando o teor das declarações do companheiro (ex?), Lula se queixou, em conversas, de expressões usadas em seu depoimento, como “pacto de sangue” e “propina”. Segundo petistas, já havia a expectativa de que Palocci buscasse viabilizar um acordo de delação premiada. Mas Lula ficou abalado com os termos empregados pelo antigo colaborador.

Imbatível

Em uma tentativa de estimular os petistas com quem conversou, Lula afirmou que manterá sua agenda política, que inclui a edição de uma caravana no Pontal do Paranapanema. O ex-ministro Gilberto Carvalho afirma que Lula está bem. “E disse que, depois desta caravana, nada consegue abatê-lo”. Amigos lembram que o ex-presidente costuma justificar o depoimento de Léo Pinheiro, argumentando que é um homem de idade avançada e sofreu forte pressão. A justificativa, porém, não se aplica a Palocci, “que foi rápido demais” e teria se limitado a ataques contra Lula.

É tudo mentira

Dilma disse em nota que Palocci mentiu em depoimento a Sergio Moro ao afirmar que a Odebrecht foi beneficiada ao ganhar a concessão do Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. Palocci contou que a Odebrecht selou um “pacto de sangue”, com uma propina de R$ 300 milhões para o PT, na passagem do governo Lula (2003-2010) para o de Dilma (2011-2016). O acordo, segundo Palocci, foi proposto por Emílio Odebrecht porque ele temia ter uma relação difícil com Dilma, diferentemente do que ocorria com Lula. “Isso é uma mentira!”, disse Dilma.

Crime covarde

Tramita na Assembleia projeto de lei da deputada Aderlânia Noronha (SD) apresentou projeto de lei que visa combater o crime de assédio e o abuso sexual contra mulher nos meios de transportes coletivos interestaduais do Ceará (ônibus, micro-ônibus, vans, VLT, metrô e trem).  Nos últimos meses, o Brasil assistiu, aterrorizado, à escalada do número de casos de abuso e assédio sexual contra mulheres cometidos nos meios de transporte coletivo.

Luta permanente

Através da criação da Campanha “Assédio e a Abuso sexual nos meios de transporte é crime”, em todo Estado, a parlamentar propõe o enfrentamento ao crime. A campanha, que será permanente, terá cartazes dentro dos ônibus, alertando para a violência contra a mulher. Aderlânia destaca que as frotas de ônibus têm instaladas câmeras de segurança e “quem sofrer abusos e assédio poderá pedir as imagens como prova contra o agressor”, enfatizou.

Grana extra

A Receita libera, a partir das 9 horas de hoje, a consulta ao quarto lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física de 2017. No Ceará, serão beneficiados 48.623 contribuintes, que, juntos, receberão R$ 66,5 milhões, a partir do próximo dia 15 de setembro, com correções que vão de 4,34% a 86,56%, referentes à variação da taxa Selic. O lote multiexercício contempla tanto as restituições deste ano, bem como residuais referentes aos exercícios de 2009 a 2016, retidas na malha fina. Em todo o País, serão creditadas restituições para 2.257.260 contribuintes, no total de R$ 2,79 bilhões.

Alô Leão

A consulta pode ser feita na página da Receita na internet, por meio do aplicativo para tablets e smartphones ou pelo telefone 146. Quem ainda não teve a restituição liberada também pode verificar se há alguma pendência, por meio do serviço e-CAC. Se o valor não for creditado, o contribuinte deve procurar uma agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para reagendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Pé na estrada

No feriadão da Independência, 527 policiais militares atuam nas rodovias estaduais (CEs), utilizando em 44 viaturas e 51 motocicletas. Os policiais fazem abordagens preventivas e blitze, com o objetivo de fortalecer a segurança no trânsito. Eles também contam com o auxílio de 15 reboques, em 33 postos avançados e 23 postos fixos e com dezenas de bafômetros, usados para medir o teor de álcool no organismo das pessoas.

Sinal amarelo

Além das CEs em áreas urbanas, os policiais intensificam fiscalizações no litoral cearense e em outras áreas turísticas do Estado. Na viagem, o condutor deve ficar atento a alguns pontos que podem apresentar riscos, como na pista que leva às praias de Parajuru e Paripueira, no litoral de Beberibe. Na altura do km 110 da rodovia está sendo feita uma obra de terraplanagem, com desvios na pista. Outro ponto crítico é o acesso à ponte do município de São Gonçalo do Amarante, com parte da CE 085 interditada.

Recomendações

Para quem ainda está se preparando para pegar a estrada, é bom seguir algumas recomendações, como, por exemplo, realizar um planejamento da viagem antes da partida, checar a documentação do veículo e a do condutor, verificar a situação dos pneus e iluminação do automóvel. Durante o percurso, a orientação é obedecer às regras de trânsito: evitar ultrapassagens em pontos proibidos, manter os faróis acesos, sempre usar equipamentos de segurança, como cinto e capacete, e não combinar álcool e direção.