Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

No dia da volta ao trabalho do Congresso, o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), se reunirá nesta segunda-feira, 5, com governadores para discutir a votação da reforma da Previdência. É consenso nos bastidores que o governo não tem os 308 votos necessários para aprovar a proposta, mas a estratégia do governo é manter o assunto em destaque até dia 20, data final marcada para votar a reforma.

O encontro com os governadores será às 15h, antes da sessão de abertura dos trabalhos do Congresso. Participarão do encontro os governadores Luiz Fernando Pezão (RJ), Geraldo Alckmin (SP), José Ivo Sartori (RS) e Raimundo Colombo (SC).

Maia e até o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, já disseram que, se não for votada agora em fevereiro, não será mais votada este ano. Como O GLOBO já mostrou, Maia tem uma agenda econômica alternativa, com temas como privatização da Eletrobras e reoneração da folha de pagamento.

Os encontros fazem parte da estratégia de deixar “o discurso vivo” até o final. Hoje, o governo tem cerca de 260 votos apenas.

Com informação do Jornal O Globo