Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

As matrículas no ensino médio em escolas públicas no Brasil caíram em 2019 e tiveram o pior desempenho entre todas as etapas do ensino básico em relação ao verificado no ano passado, de acordo o Censo Escolar. Foram 6.192.819 alunos matriculados no ensino médio. O número é 4,34% inferior ao registrado em 2018, com 6.462.124 estudantes inscritos nesta etapa.

A queda nas matrículas também foi verificada no ensino fundamental (etapa que vai do 1º ao 9º ano) e na educação de jovens e adultos (EJA). Por outro lado, os números divulgados nesta segunda-feira (30) indicam que o número de crianças de 0 a 3 anos matriculadas em creches aumentou 4,24%. Em 2019 foram 2.432.216 vagas preenchidas em creches, contra 2.333.277 no ano anterior.

O Censo Escolar é realizado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão ligado ao Ministério da Educação (MEC). O total de matrículas é importante para a distribuição de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e para a execução de programas na área da educação.

O número de alunos matriculados no ensino fundamental em 2019 caiu 1,62% em relação a 2018 – foi de 21.760.831 alunos para 21.413.391. No ensino médio, a queda foi de 4,34% – de 6.462.124 matrículas no ano passado para 6.192.819.

Apesar de haver uma redução no número de estudantes matriculados nesta última etapa da educação básica, o ensino médio integral cresceu no setor público. Em 2018, 10% dos alunos do ensino médio estudavam no período estendido. Neste ano, a taxa subiu para 11,4%.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp