Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Um claro exemplo de como o mercado de tecnologia esportiva está tendo um impacto muito grande em nossos esportes esportivos é o VAR. Apesar de não ser propriamente uma tecnologia de “ponta”, uma vez que se tratam sobretudo de juízes analisando com televisores os lances das partidas, a verdade é que, principalmente nos últimos anos, essa tecnologia permitiu entregar um nível de credibilidade e de maior verdade esportiva a novos máximos. Porém, como se irá perceber em baixo, essa não é apenas a única tecnologia esportiva que está contribuindo para um jogo mais justo, interativo e tecnológico.


É importante notar que a própria consideração do que é um “esporte” está constantemente mudando. Para que se tenha uma noção, atualmente, a indústria de eSports é uma das que está crescendo mais, tendo por base muita nova tecnologia, que também poderia ser usada e desenvolvida para os esportes mais tradicionais. Não seria ótima estar assistindo a um jogo de futebol em 3D?


UUma indústria que rapidamente se está adaptando às novas tecnologias esportivas são as próprias casas de apostas online. Assim, nas melhores apostas ao vivo, já é possível que um algoritmo consiga estar adaptando as odds de forma automática. Além disso, existem tecnologias com os dados atualizados ao segundo, permitindo que possa ter uma percepção do que está acontecendo no jogo, muito mais realisticamente. 

Tecnologias esportivas de sensores estão revolucionando o esporte

Quantas vezes já assistiu a um jogador de tênis profissional se queixando por uma bola ter sido dada dentro, quando parecia claramente fora? Ora, como forma de combater essas dúvidas e garantir o máximo de verdade esportiva possível, tecnologias como o “hawk eye” estão conseguindo revolucionar por completo as tomadas de decisões nesses esportes. De fato, no tênis, devido a essa tecnologia (com margem de erro quase imperceptível), já é possível estar jogando sem juízes de linha e sem que haja o risco dos jogadores se chatearem e interromperem o jogo por se sentir injustiçados.


Exatamente o mesmo efeito aconteceu recentemente com a tecnologia de linha de gol no futebol (também funcionando como sensor com margem de erro mínima). A partir de agora, com essa tecnologia, já não existiram dúvidas acerca se uma bola passou por completo da linha de gol ou não. Ou seja, episódios caricatos, como Inglaterra na Copa de 2010, entre muitos outros, já não vão acontecer, protegendo assim a verdade esportiva.

Realidade virtual deverá marcar esportes no futuro

Agora que conhece algumas tecnologias esportivas que já estão tendo um impacto grande nas decisões e em como um jogo se desenrola, é possível também analisar o que no futuro as tecnologias vão poder entregar de novo aos torcedores e aos próprios jogadores. Em uma fase em que o metaverso e a realidade virtual estão sendo muito apostadas pelas grandes empresas, será altamente previsível adivinhar jogos de futebol, por exemplo, em que você terá a sensação de estar na arquibancada, mesmo estando em casa.


Se espera que, em um futuro próximo, possa sentir a emoção de um estádio através de óculos de realidade virtual ou de dispositivos que estejam preparados para tal. Ou seja, também a experiência do torcedor irá melhorar muito com a tecnologia esportiva, tornando o esporte ainda mais interativo e divertido.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp