Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O ministro da Educação (MEC), Abraham Weintraub, anunciou nesta sexta-feira (23), a liberação de R$ 60 milhões para o programa Inovação Educação Conectada que leva internet banda larga para escolas da zona rural do país. A expectativa é que até o final do ano, cerca de três milhões de estudantes sejam beneficiados com o programa. As escolas dos 184 municípios cearenses serão beneficiadas com a medida.

De acordo com a pasta, de janeiro até o momento já foram atendidas 5.662 instituições de ensino em 1758 municípios, com cerca de dois milhões de alunos beneficiados. A maior parte das escolas está localizada na Região Nordeste, 3.596. Depois vem a Região Norte e o Centro-Oeste. Segundo o MEC, também houve uma aumento na meta de escolas que serão conectadas até o final de 2019, agora serão oito mil escolas rurais. Antes, o governo trabalhava com a meta de 6.500 escolas.

Os recursos, que representam a segunda parcela do programa, serão repassados para o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), responsável por realizar as conexões de internet. A primeira, ainda em 2017, foi no mesmo valor. No total, serão seis repasses, um por ano, até 2023.

As conexões são feitas por meio de satélite, com velocidade de 10 megabytes por segundo (Mbs), realizada em parceria com a Telebras, vinculada ao MCTIC, ao custo mensal médio de R$ 750 por escola conectada. Além do acesso, o MEC também tem um programa para os professores voltado para o uso pedagógico da internet, com conteúdos didáticos exclusivos que serão disponibilizados somente na plataforma própria do programa.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp