Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, defendeu nessa quinta-feira a construção de mais presídios para o combate à criminalidade e à impunidade. Segundo o ministro, o número de presos no Brasil é pequeno, se forem levados em conta o contexto e a população do país, principalmente quando se considera o número de condenados pela Justiça cumprindo pena fora das prisões.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2017, o Brasil tinha 207,7 milhões de habitantes. O país possui 729 mil presos, segundo dados do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Destes, em torno de 309 mil estão presos em regime fechado. O restante está em regime domiciliar; semiaberto.

Citando os exemplos de outros países e da cidade norte-americana de Nova York que, apostaram na política de tolerância zero contra todo tipo de crime, incluindo os de menor potencial ofensivo, aumentando o rigor das leis, incluindo as de combate às drogas, Terra destacou a impunidade como um dos fatores que favorecem a criminalidade.

O Brasil é o terceiro país com maior número de pessoas presas, atrás de Estados Unidos e China. O quarto país é a Rússia. A taxa de presos para cada 100 mil habitantes subiu para 352,6 indivíduos em junho de 2016. Em 2014, era de 306,22 pessoas presas para cada 100 mil habitantes.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp