Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Ministério Público do Estado do Ceará lamenta, profundamente, a morte da vereadora carioca Marielle Franco e do motorista dela, Anderson Pinheiro, na noite da última quarta-feira (14), no Rio de Janeiro. Diante de mais um episódio de violência que contamina e assombra todo o país, o MPCE acompanha com grande preocupação todas as investigações e espera que os culpados sejam punidos na forma da lei, interrompendo assim um ciclo vicioso de impunidade que marca a maioria dos homicídios no Brasil.

No mês em que é comemorado o Dia Internacional da Mulher, a notícia da morte de Marielle nos chega como uma tentativa evidente de calar a voz dos grupos socialmente marginalizados e excluídos. Além disso, é um golpe contra a democracia que, por meio da força bruta, impede uma parlamentar de denunciar a escalada da violência em comunidades pobres do Rio de Janeiro, muitas vezes cometida pela própria mão de agentes públicos corruptos.

Em todo o país, o Ministério Público segue empenhado no combate à violência, denunciando crimes de toda natureza. Não descansaremos nem daremos trégua a celerados que insistem em desafiar o poder do Estado.

Com informação do Ministério Público do Estado do Ceará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp