Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O total de inadimplentes, pessoas com contas em atraso, registrado em novembro de 2019, cresceu em relação ao ano anterior, de 62,6 milhões de pessoas para 63,8 milhões. Já os dados anualizados apontam, segundo o Serasa Experian, queda de 3,3%, quando em novembro de 2018 o volume de dívidas atrasadas e negativadas chegava a 234,4 milhões e caiu para 226,6 milhões, nos 12 meses seguintes.

As dívidas negativadas podem geram a inclusão do nome da pessoa inadimplente em listas mantidas por instituições de proteções de crédito, como Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e Serasa, o que impede a obtenção de empréstimos e financiamentos.

De acordo com o Serasa, em novembro de 2018, cada pessoa inadimplente deixou de honrar, em média, o pagamento de 3,7 contas. A proporção foi reduzida para 3,5 contas em 2019.

Inadimplência no Ceará

No Ceará, mais de um milhão de pessoas estão inadimplentes, de acordo com dados da Serasa Experian. O levantamento aponta que cerca de 41% desses inadimplentes têm dívidas de até R$ 500. O Estado é o terceiro do Nordeste em número de pessoas com contas em atraso.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp