Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O número de localidades atingidas por óleo continua aumentando e chegou a 900, segundo o último balanço divulgado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Praias, mangues, rios e áreas de proteção ambiental de ao menos 127 municípios de todos os nove Estados do Nordeste, do Espírito Santo e do Rio de Janeiro foram afetados por fragmentos ou manchas de petróleo cru desde o final de agosto. No Ceará, oito municípios ainda registram a presença do material oleoso.

Além disso, o balanço também indica que 23 localidades ainda estão com manchas de óleo, ou seja com mais de 10% de contaminação, outras 518 têm fragmentos da substância e 359 são consideradas “limpas”.

Como consequência, cerca de 155 animais foram encontrados com manchas de óleo segundo o Ibama.

Para tentar amenizar os danos causados pelo desastre ambiental,  9.371 pescadores cearenses terão direito ao auxílio emergencial de R$ 1.996, divido em duas parcelas de R$ 998. O recurso foi criado pelo governo para atender os profissionais que foram afetados pelas manchas de óleo no litoral brasileiro. Em todo Brasil, 65.983 pescadores artesanais receberão o benefício.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp