Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Secretaria da Saúde do Ceará divulga o balanço das fiscalizações do primeiro final de semana da Operação Fim de Ano Seguro, que tem como objetivo intensificar a fiscalização nos estabelecimentos, com base nos decretos estaduais de prevenção e controle da Covid-19. Ao todo foram fiscalizados 23 estabelecimentos em Fortaleza, desses, nove foram interditados.

O risco da transmissão em eventos com aglomeração é bem maior, principalmente com pessoas aglomeradas sem fazer uso de máscaras. São conhecidos como eventos superdisseminadores da Covid-19. A fiscalização visa proteger as pessoas vulneráveis, que são as mais acometidas em casos de óbitos.

“A fiscalização foi intensificada, mas só é necessária quando as medidas não são cumpridas nos estabelecimentos. Há uma programação de fiscalização no final do ano junto com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), para evitar os eventos superdisseminadores”, destacou a secretária Executiva de Vigilância e Regulação da Sesa, Magda Almeida. A ação também conta o apoio do Ministério Público do Estado (MPCE).

As infrações foram em relação ao descumprimento dos decretos estaduais de prevenção e controle da Covid19 e por permitir a entrada e circulação de pessoas sem máscaras. Durante a fiscalização no domingo foram abordadas 400 pessoas pelo não uso de máscara, mas atenderam orientação de colocá-las e não foram autuadas.

Balanço da Fiscalização:

Sexta-feira (11)

8 Fiscalizados:
Funcionando conforme as normas do decreto: 04.
Autuados: 04

Sábado (12)

5 estabelecimentos fiscalizados:
Interditados:03
Autuado: 01
Advertência: 01

Domingo (13)

10 estabelecimentos fiscalizados
Funcionando conforme as normas do decreto. 01
Interditados: 06
Autuado:02
Advertência: 01

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp