Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Dezoito pessoas foram presas nesta quarta-feira (11), durante duas operações simultâneas contra membros de facções criminosas em Fortaleza e em mais sete cidades do Ceará. Além disso, 22 mandados foram cumpridos contra internos nos sistemas penitenciários estadual e federal. Outros 16 alvos de mandados de prisão não foram localizados e quatro estão foragidos.

As Operações Banguê e Saratoga/Pacajus investigam casos de tráfico de entorpecentes e crimes relacionados. Há ainda 41 mandados de busca e apreensão. A operação Saratoga/Pacajus se desmembrou da primeira Operação Saratoga, iniciada em 2015, também responsável por investigar crimes ligados a tráfico e facções criminosas.

De acordo informações da polícia, líderes dos grupos investigados contavam com auxílio de parceiros criminosos que atuavam como gerentes das “bocas” de tráfico e como “laranjas” para a movimentação do dinheiro.

Além disso, segundo informações do Ministério Público do Ceará, também eram realizadas outras ações, como homicídios, ameaças e assaltos.

A operação foi feita pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), órgão do Ministério Público do Estado do Ceará, com apoio da Coordenadoria de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (COIN), do Departamento Técnico Operacional da Polícia Civil (DTO), da Coordenadoria de Inteligência da Secretaria da Administração Penitenciária (COINT) e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp