Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A movimentação nos bastidores políticos é marcada pela disputa entre os partidos para atrair deputados estaduais e federais. Descontente no PSDB e temeroso de resultados adversos na corrida pela reeleição, o deputado federal Raimundo Gomes de Matos recebeu um convite do PMDB. Os tucanos tentam, porém, segurá-lo, mas Gomes de Matos sabe que, no PMDB e na base do Governo do Estado, a sua reeleição não terá dificuldades.

O sentimento entre dirigentes regionais é de permanência de Raimundo Gomes de Matos. A guerra pelo ‘passe’ dos deputados federais se estenderá até o dia 7 de abril, quando fica encerrado o prazo da janela partidária – período permitido pela Justiça Eleitoral para a troca de siglas sem prejuízos ao mandato parlamentar.

Da bancada federal do Ceará, dois parlamentares oficializaram a troca de partido: Cabo Sabino, que saiu do PR e ingressou no Avante, e Vaidon, que migrou do DEM para o PROS. Os deputados estaduais Capitão Wagner, ex-PR, e Roberto Mesquita, originário do PV, se filiaram ao PROS.

 A deputada estadual Fernanda Pessoa, ao lado do pai, Roberto, acerta os passos a caminho do PSDB. Fernanda concorrerá à reeleição, enquanto Roberto disputará mandato à Câmara Federal. Atual vice-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa perdeu a queda de braço na disputa pelo comando regional do PR. A sigla ficou com a deputada federal Gorete Pereira que a levou para a base de apoio ao Governo Camilo Santana.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp