Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Polícia Nacional da França atirou em um homem no aeroporto de Orly, o segundo maior de Paris, na manhã deste sábado, 18. O homem foi morto após ter tentado tirar a arma de uma policial. Foi delimitada uma área de segurança na região e uma parte do aeroporto foi evacuada, de acordo com o jornal Le Figaro.

A polícia local confirmou que o homem agiu sozinho e descartou a possibilidade de se tratar de um atentado terrorista. O pai e o irmão do agressor foram detidos para interrogatório.

A soldado atacada pelo homem fazia parte de uma divisão especial formada por 7.500 integrantes espalhados pelo país, para lugares tidos como possíveis alvos de ataques terroristas.

O aeroporto de Orly está fechado para pousos e decolagens e todos os voos foram desviados para o principal aeroporto da França, o Charles de Gaulle. Uma operação em busca de bombas e artefatos explosivos foi realizada, mas nada foi encontrado. Ainda não há previsão de retorno as atividades normais.

Este é o segundo ataque a soldados franceses dessa maneira. Em 3 de fevereiro, um homem egípcio atacou um segurança do Museu do Louvre e gritou “Deus é maior”, em árabe. / AFP e AP.

Com informações O Estado de São Paulo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp