Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O prefeito Roberto Claudio assinou decreto determinando luto oficial de três dias em razão do falecimento do cantor e compositor cearense Antonio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes, ocorrido na cidade de Santa Cruz, no Rio Grande do Sul.

A Prefeitura de Fortaleza também ofereceu, em contato com os familiares do músico, todo o apoio necessário para velório e sepultamento.

O prefeito Roberto Cláudio lamentou a morte de Belchior e ressaltou que “a cultura musical cearense e de todo o País, assim como outras expressões das nossas artes, perde uma das suas mais marcantes personalidades. Não há como aferir o tamanho dessa perda que, infelizmente, encerra um longo e grave período de ausência de Belchior entre nós”, afirmou. O Prefeito manifestou, ainda, “solidariedade aos parentes, amigos e fãs e a eterna gratidão por este cearense ter trazido ao mundo uma poesia transcendente em todos os seus aspectos”
Belchior nasceu em Sobral, no dia 26 de outubro de 1946. Lançou o primeiro disco em 1974, mas foi com o álbum Alucinação, de 1976, que o músico tornou-se uma das mais importantes expressões da música brasileira. Grandes artistas nacionais, como Roberto Carlos, Elis Regina, Zé Ramalho, além do parceiro Fagner, imortalizaram composições de Belchior.
Músicas como “Apenas um Rapaz Latino-americano”, “Medo de Avião” e “Como nossos Pais” tornaram-se clássicos inesquecíveis.

Com informação da A.I