Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Inserções veiculadas em emissoras de rádio e televisão, dentro da propaganda partidária, durante esta semana, onde a então presidente do Partido da Mulher Brasileira (PMB) em Caucaia, Erika Amorim, aparece levando a mensagem do PSD-Mulher, surpreendeu o meio político cearense, especialmente no município. 

 À reportagem, Erika afirmou a sua ida para o PSD é uma estratégia para fortalecer a participação feminina na sigla e foi costurada na última visita do Ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, e pelo presidente estadual do partido, deputado federal Domingos Neto. O PSD faz parte do mesmo grupo partidário que tem o PMB, agremiação dirigida no Ceará pela ex-prefeita de Tauá, Patrícia Aguiar.

Erika é esposa do prefeito Naumi Amorim e Secretária de Governo de Caucaia. Ela não confirma, mas os comentários dão conta de que sua ida para o PSD seria uma estratégia para viabilizar sua candidatura a deputada estadual. As informações de bastidores apontam que, para o cargo de presidente do PMB de Caucaia, o nome é de Rodrigo Amorim, filho de Naumi Amorim.