Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A produção industrial brasileira registrou em junho uma queda de 0,6% na comparação com maio, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi o segundo mês seguido de queda no setor. Com os resultados de junho, a indústria brasileira operou 17,9% abaixo do que é esperado. Nos dois meses seguidos de perdas na produção, a indústria acumula queda de 0,7%.

De acordo com o levantamento, 17 dos 26 ramos industriais apresentou diminuição no ritmo de produção. Bens de capital foi o ramo da indústria que mais perdeu, ficando 32,7% abaixo do seu pico de produção.

Se comparado com junho do ano passado, a queda da indústria foi mais acentuada, de 5,9%. O Instituto aponta que, além da redução do ritmo, contribuiu para o resultado do mês o chamado ‘efeito calendário’, já que junho de 2019 teve dois dias úteis a menos que o mesmo mês do ano passado.
Já comparando 2018 com 2019, a produção industrial do Ceará registrou um crescimento de 6,5%. O resultado foi o melhor do país, ficando acima da média nacional, que apresentou uma redução de 3,9%, na mesma base de comparação.