Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Partidos dos Trabalhadores (PT) deve apresentar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como candidato ao Palácio do Planalto na TV mesmo que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decida que ele não pode aparecer nessa condição nos programas eleitorais.

Ministros da Corte acreditam que, em 31 de agosto, quando começa a propaganda, já haverá pelo menos uma sentença dizendo que o petista é inelegível, o que o impediria de pedir votos. Dirigentes do partido acreditam, no entanto, que o TSE não terá como proibi-los de fazer o relato factual de que a candidatura está sub judice, que recursos ainda estariam pendentes e que ainda haveria chance de a inelegibilidade ser revertida. Advogados ligados ao partido observam, por outro lado, que há o risco de a legenda ser punida com a perda de tempo na TV.

Com informações do Jornal Folha de São Paulo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp