Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE) cobrou, nesta terça-feira, 20, coragem ao governador Camilo Santana para admitir a possibilidade de falta de água para a população do Ceará. Matos, em entrevista ao Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 24 emissoras no Interior), disparou em recado direto ao Governo do Estado: “é preciso ter coragem de dizer que vai faltar água”.

Presidente da Comissão Externa da Câmara Federal, criada para acompanhar as obras da Transposição do Rio São Francisco, Raimundo Gomes de Matos afirmou que a situação hídrica no Estado é extremamente crítica e que, com a escassez de chuvas e sem plano alternativo para atender a população, a falta de água pode ser inevitável.

O quadro se agrava ainda, segundo o parlamentar, porque as obras da transposição estão em ritmo lento. Dos 2.000 trabalhadores, que deveriam estar na construção dos canais da transposição, entre Cabrobó (PE) e Jati (CE), de acordo com Matos, apenas 700 estão em atividade.

O deputado disse ainda que o Ministério da Integração Nacional tenta acelerar o ritmo das obras e cogita a possibilidade de trocar o consórcio da empresas responsável pela construção do trecho da transposição, que garantirá as águas do Rio São Francisco para o Estado do Ceará.

O atraso das obras do São Francisco ganhou espaços, nesta terça-feira, no Bate Papo Político, do Jornal Alerta Geral, entre os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida. O estágio das obras da Transposição do Rio São Francisco em direção ao Ceará, segundo o Beto Almeida, é marcado por um verdadeiro blá blá blá, com muito discurso e, como resultado, dificilmente a obra se tornará realidade em 2018.

Confira abaixo a entrevista na íntegra do deputado federal Raimundo Gomes de Matos à edição desta terça-feira do Jornal Alerta Geral:

RAIMUNDO GOMES DE MATOS – DEPUTADO FEDERAL

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp