Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com um crescimento anual de mais de 15% no faturamento, a Simplifique Home Center busca inspiração e consolida sua rede de fornecedores para continuar se destacando no mercado de material de construção de Fortaleza.

Proximamente, fará a inaugura da sua sétima loja. A nova unidade privilegia o autoatendimento, tem layout inovador, produtos de qualidade e diversidade de itens. Uma loja tão acessível que já vem preparada para adotar o atendimento drive thru, proximamente. No início de 2019 a Simplifique dará mais um passo, abrindo uma oitava loja no ambiente digital, a Simplifique e-commerce.

A Simplifique é um case de sucesso na área, o ponto de partida da rede foi perceber que o varejo do material de construção instalado na periferia da cidade não era amadurecido em termos de gestão tanto quanto os outros varejos. Apostou então na ideia e partiu para contribuir com esta transformação.

“À época tínhamos lojas de material de construção nos bairros” declara Fabiano Nunes, cap da organização, com sua visão estratégica e esquadrinhou o crescimento imobiliário, principalmente o atrelado ao MCMV.

Com o pensamento estruturado de quem tem a atuação no ramo no histórico familiar, veio a dedução lógica que bate com as pesquisas mais afinadas. Sensibilizar quem possui uma casa ou apartamento, que se obriga à manutenção e reformas como parte do cotidiano. Esta necessidade é mais comum do que se imagina, a maioria dos proprietários declarara fazer reformas em seu imóvel e boa parte realiza reformas anuais. O negocio da Simplifique é estar presente nos locais mais acessíveis com uma loja bonita, espaçosa, atraente e competitiva.

Ano após ano a Simplifique se prepara para atender cada vez melhor aqueles que pretendem reformar os ambientes comuns dos imóveis, aqueles que despertam maior interesse, como salas, cozinhas e dormitórios, além de jardim/quintal e sacada, desta maneira fideliza seu público, onde uma boa parcela é de profissionais do setor.

Otimista com o panorama vislumbrado para o próximo ano, Fabiano conclui “com um mercado de 220 milhões de consumidores e um déficit habitacional grande, a tendência do mercado é continuar crescendo. E estaremos em 2019 com oito lojas para atender bem quem precisar e preparados para competir com as multinacionais que venham se instalar por aqui; nós conhecemos nosso público.”

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp