Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O governador Camilo Santana (PT) revelou ontem, em entrevista antes da cerimônia de entrega da Medalha da Abolição, ser contrário à reforma da previdência da forma com ela está proposta. Camilo alega que a reforma dificulta o acesso à aposentadoria, mesmo agora tendo o presidente Temer excluído servidores estaduais e municipais.

O governador disse que ainda não parou para redimensionar a questão a partir desse novo dado. Em reportagem ao O Povo Online, anunciou para esta semana uma reunião com todos os governadores do Nordeste com o objetivo de aprofundar no debate. Ele defende um debate amplo de todos os setores da sociedade por ser um tema que vai mudar a vida das pessoas.

“Da maneira que a reforma está apresentada no Congresso, eu sou contra. Mas acho que se é uma reforma do País, tem que ser discutida com todos os estados, até porque somos uma federação”, afirmou. Sobre as especulações de que estaria de saída do PT, o governador voltou a afirmar que “está trabalhando” para o Estado e não está pensando nas questões eleitorais.

Fonte – O Povo Online