Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Todos nós estamos indo para o sacrifício e a Assembleia Legislativa está indo na contramão (desse sacrifício)“. Assim, o jornalista Beto Almeida definiu, nesta terça-feira (23), no Jornal Alerta Geral, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC), que tramita na Assembleia Legislativa do Ceará desde o último dia 12 desse mês. A proposta prevê uma Aposentadoria Especial Voluntária para dois ex-conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), extinto em 2016.

A medida, que já conta com a aprovação de 30 deputados estaduais cearenses, possibilitaria que os ex-conselheiros Domingos Filho, que tem 55 anos, e Hélio Parente, também com 55 anos, pudessem se aposentar sem o tempo mínimo de serviço no cargo de conselheiro – que, pela legislação, seria de cinco anos.

Hoje, as regras propostas pelo governo para que os trabalhadores se aposentem preveem uma idade de 65 anos para homens e 60 para mulheres. Os ex-secretários, assim, se aposentariam com, pelo menos, 10 anos a menos do tempo previsto em relação a um trabalhador comum.

Acompanhe a análise completa:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp