Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Jaime Alencar de Oliveira, em Fortaleza, recebeu nessa quinta -feira (24) a aula inaugural do Mediotec, ação que faz parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). O momento simbólico marca o início da formação de 1.851 jovens de todo o Estado, que frequentarão cursos profissionalizantes em 57 municípios cearenses, numa iniciativa do Governo do Ceará, por intermédio da Secretaria da Educação (Seduc). O evento de abertura contou com a participação do secretário Idilvan Alencar.

O objetivo dos cursos é garantir que os estudantes do ensino médio estejam inseridos no mundo do trabalho e geração de renda, logo após a conclusão desta etapa de ensino. Podem participar alunos da 2ª série de escolas estaduais, com prioridade para os beneficiários do Programa Bolsa Família.

Conforme sinaliza Idilvan Alencar, é preciso que o jovem mantenha viva a esperança do crescimento, tanto do ponto de vista pessoal, como do profissional, através do estudo. “Há cinco anos, era muito difícil ver histórias de sucesso na educação pública cearense. Hoje é uma realidade, e as histórias são muitas. O ensino profissional serve para qualificar e auxiliar a conseguir um trabalho, mas é preciso manter o entusiasmo e buscar o ingresso no ensino superior”, ressalta o secretário, lembrando que o Ceará é o Estado brasileiro que mais proporciona formação profissional integrada ao ensino médio aos seus jovens.

Dinâmica
As aulas ocorrerão de segunda a sexta-feira, das 18h às 22h, em 72 Escolas Estaduais de Educação Profissional (EEEP), presentes nos 57 municípios com turmas abertas. Durante a formação, os estudantes recebem auxílio alimentação e transporte no valor de R$ 160,00 mensais.

Mariana Muniz, de 19 anos, é ex-aluna do Mediotec no curso técnico em Eventos, e hoje já tem a própria empresa no setor. Agora empreendedora, ela revela que o esforço foi grande, mas, valeu a pena. “Para aqueles que estão começando, eu digo que não desistam. Não será fácil no começo, mas, sempre haverá dificuldades em tudo o que se quer fazer na vida. E ao final, todo o esforço é recompensado. É muito gratificante”, reconhece. “A professora foi como uma mãe da turma e sempre nos incentivou bastante”, conclui Mariana.

O estudante Wanderson Mendes, de 18 anos, faz a 2ª série na Escola Mariano Martins e também apostou no curso de Eventos, que acredita ser uma área promissora. “Vi no Mediotec uma oportunidade de me aperfeiçoar naquilo em que me identifico. É uma ótima opção, estou muito motivado a fazer o curso”, enfatiza.

O evento de abertura contou, ainda, com a participação de Diego de Vasconcelos Feitosa, professor de História e Matemática da rede pública estadual, especialista em neuropsicopedagogia e coaching. O educador levou os alunos a refletirem sobre os diversos caminhos do processo de aprendizado. “Acredito na existência dos jovens super heróis. Aqueles que enfrentam os riscos e se superam. Que, ao serem alertados sobre as questões da vida, não se sentem incomodados, e sim, buscam fazer as mudanças necessárias para o crescimento”, frisa o professor.

Estão sendo ofertados os cursos técnicos em Informática, Redes de Computadores, Eventos, Hospedagem e Produção de Áudio e Vídeo. Os cursos têm carga horária que vai de 800 a 1.200 horas aula, com duração que vai de 10 a 15 meses.

Com informação do Governo do Estado do Ceará