Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Milhares de funcionários públicos marcaram manifestações em todo o país nesta sexta-feira, contra a decisão do governo federal de utilizar 7.000 militares da reserva para atendimento nas agências do Instituto Nacional do Seguro Social.

Normalmente, as entidades tradicionalmente programam atos para o Dia do Aposentado, comemorado nesta sexta-feira (24). Neste ano, segundo os organizadores, os servidores consideraram importante a principal bandeira ser criticar a decisão do governo federal de chamar militares para atendimento nas agências, o que eles denominam de “militarização do INSS”. 

O principal objetivo, segundo os organizadores da manifestação, é chamar a atenção também para a urgência de novos concursos públicos.

De acordo com o presidente Jair Bolsonaro, a medida que permite a utilização dos militares já está assinada e deve ser publicada nos próximos dias. A convocação faz parte do mutirão para diminuir a fila de pedidos de benefícios do INSS. São quase dois milhões de processos aguardando análise em todo o país, sendo que 1,3 milhão está acima do prazo oficial de 45 dias.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp