Categorias
Política Estadual Destaque3

49 efetivos e 49 suplentes: tem que ter parlamentares cearenses na Comissão Especial, cobra Beto Almeida

Para Beto Almeida, o verdadeiro jogo político começa agora, uma vez que a proposta da Reforma da previdência finalmente passou pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e será debatida na Comissão Especial da Câmara Federal que será instalada nesta quinta-feira (25) para apreciar o projeto da Reforma.

A comissão começa a trabalhar em meio a especulações sobre possíveis barganhas de parlamentares para votar a favor de mudanças para as regras de aposentadorias e pensões.

Beto também chama atenção para o fato de que a Comissão terá 49 deputados membros efetivos e 49 suplentes e diz que espera ter a presença de parlamentares da bancada federal do Ceará.

 “O governo errou e errou feio no começo, porque a CCJ era para ser um tramite rápido, é apenas a questão da legalidade e levou 60 dias. Michel Temer, o ex-presidente, levou para aprovar o parecer da Reforma da previdência que ele propôs em 10 dias”.

Beto Almeida afirma que não vai ter mais espaço para falta de articulação.

Especulação de barganhas

Segundo reportagem do UOL divulgou líderes do Centrão teriam admitido que o governo chegou a oferecer emendas extras para os deputados em conversa sobre a aprovação da Reforma da previdência. A oferta seria de R$ 10 milhões por ano em emendas, o que totalizaria R$ 40 milhões ao final da legislatura.

“Mais do que nunca, chegou a hora de acompanhar como se comportará o seu Deputado Federal e quais serão os caminhos e os rumos dessa Reforma que já se inicia sob polêmica e também expectativa sobre o voto dos parlamentares em meio às especulações sobre essas barganhas para cargos e emendas”.

Foi o que disse Luzenor de Oliveira no Bate-papo Político do Jornal Alerta Geral desta quinta-feira (25).

O assunto foi um dos destaques do Bate-papo Político do Jornal Alerta Geral (Expresso FM 104.3 na Capital + 26 emissoras no Interior):

 

Categorias
Cidade Geral Cotidiano

‘Não dá para tirar os radares. Se a estratégia é evitar abusos, a medida é equivocada’, afirma Beto Almeida

“O presidente Bolsonaro entende o seguinte: que hoje existe uma verdadeira indústria da multa e tem gente ganhando dinheiro as custas do brasileiro e que há uma instalação desnecessária de pontos fixos de radares”, afirma Beto Almeida.

No entanto, o jornalista destaca que “não dá para tirar os radares”. Se o governo pensa que vai economizar, pois haverá um reflexo expressivo no número de acidentes.

A efetiva remoção de radares e lombadas eletrônicas pelas rodovias do Estado do Ceará marca esta terça-feira (9). A redução dos “cabeções”, como são popularmente chamados, acontece porque o contrato feito entre o Governo Federal e a empresa responsável chegou ao fim em janeiro de 2019.

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, a instalação dos novos sensores foi suspensa até a revisão e a atualização de critérios pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit).

O órgão também já removeu os radares fixos que ficavam na rodovia BR-116, na altura do quilômetro 5, no Bairro Cajazeiras. Além desse trecho, outros equipamentos foram removidos da BR-116, como no trecho do Bairro Aerolândia, na altura do viaduto do Makro.

Luzenor de Oliveira afirma que, apesar de ser motivo de comemoração para alguns motoristas, há um lado negativo claro: nos trechos onde não há mais fiscalização, os motoristas irão ‘pisar fundo no acelerador’ e acabarão se envolvendo em acidentes.

Beto Almeida destaca que os radares móveis não entram nessa decisão, apenas para os fixos.

Categorias
Política Destaque3

Marcha dos prefeitos: qual a pauta municipalista do Governo Federal? Questiona Beto Almeida

A semana começa movimentada na política nacional e local. O maior evento político da América Latina, a Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, recebe a partir desta segunda-feira (8) uma comissão de 100 prefeitos cearenses organizada pela Associação dos Municípios do Estado do Ceará. Em meio a esse debate, uma revelação: 98% das cidades brasileiras estão com o nome sujo no Governo Federal e na lista estão quase todos os municípios do Ceará.

O assunto foi um dos destaques no Bate Papo Político, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior). Confira:

Inadimplência

Beto Almeida chama atenção para a semana e o mês escolhido para a realização da Marcha: exatamente no período que coincide com os 100 dias de governo Bolsonaro, o que gera uma expectativa para os prefeitos: identificar qual é a pauta municipalista que o Governo Federal tem para tirar os municípios brasileiros da crise fiscal e financeira.

“Muitos estão ‘enrolados’ por pequenos detalhes da burocracia, uma papelada que não foi encaminhada, coisas pequenas que colocam o município em inadimplência e impede que estejam em situação totalmente habilitada para receber esse dinheiro [recursos da União]”, explica Beto.

Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios

Luzenor de Oliveira destaca que também será pauta na Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios projetos que mudam as regras de transferências de recursos federais para os municípios, como a Lei do Orçamento Impositivo, e a expectativa da ‘divisão do bolo’ de recursos que o Governo Federal vai arrecadar com leilões para exploração do petróleo da camada do pré-sal: esse dinheiro pode significar um volume de 100 bilhões de reais pelos próximos 10 anos.

Também foi destaque:

+ A semana da Reforma da previdência: Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, diz que BPC e regras mais duras da aposentadoria rural podem sair da reforma porque o impacto é menor nas contas do Governo;

+ Marcha da Brasília em Defesa dos Municípios: comitiva de 150 participantes do Ceará se juntam a partir de hoje à prefeitos de todo o país na semana em que o governo Bolsonaro completa 100 dias;

+ Com nome sujo, 98% dos municípios brasileiros têm veto para receber recursos federais; a inadimplência atinge quase todas as cidades do Ceará;

+ Esta quarta-feira (10) completa 100 dias de governo Bolsonaro e o presidente tem a pior avaliação em 1º governo e compromete otimismo do brasileiros;

+ Em meio aos debates sobre a Reforma da previdência social, um duro golpe na vida dos trabalhadores domésticos. Em três anos, 15% desses empregados perderam suas vagas no mercado de trabalho;

+ Tribunal de Contas do Estado vai avaliar a qualidade dos asfaltos de obras públicas no Estado do Ceará;

+ Perigosas conexões entre Caucaia e Portugal: Polícia Federal aprofunda, nesta semana, investigação sobre desvio de dinheiro durante a gestão ex-prefeito Washington Gois.

Categorias
Política Destaque2 Destaque3

PEC de Cid traz mais autonomia para os estados sobre repasses do ICMS, explica Beto Almeida

O senador Cid Gomes apresentou uma Proposta de Emenda a Constituição Federal (PEC) para alterar a forma de divisão do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) repassado pelos estados aos municípios brasileiros. O jornalista Beto Almeida considera a proposta interessante porque, segundo ele, trata-se de uma tentativa de dar autonomia para os estados decidirem como distribuir esses repasses.

O assunto foi um dos destaque no Bate Papo Político do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior) desta quarta-feira (20), com as análises dos jornalistas Beto Almeida e Luzenor de Oliveira:


“Hoje os estados estão meio que ‘amarrados’. O senador Cid Gomes propôs que os estados decidam, dentro da sua realidade, a melhor forma de fazer o rateio do ICMS”, explica Beto Almeida.

O jornalista ainda destaca a medida adotada por Cid Gomes quando era governador do estado do Ceará: “Na época, os municípios que melhor investissem e que estivessem com os menores índices de desenvolvimento da educação receberiam a maior fatia de transferências de recursos do ICMS”.

Beto Almeida ainda destaca que esse é um projeto que vai além dos fatores econômicos dos cofres públicos e abrange também a questão social, pois possibilita que os estados façam a distribuição com mais “equidade e justiça”.

Categorias
Política Destaque2 Destaque3

Cadastro positivo automático é impositivo, afirma Beto Almeida

“O grande argumento para justificar a aprovação desse Cadastro positivo [automático] é de que finalmente os bancos vão poder reduzir os juros na hora em que forem conceder empréstimos. […] Eu tenho muitas dúvidas de que, na realidade, essa inclusão automática vá realmente resultar em juros menores”, afirma Beto Almeida no Bate-papo político sobre a aprovação do Senado ao Projeto de Lei que torna automática a adesão dos cidadãos ao Cadastro positivo.

A adesão automática de consumidores e empresas aos cadastros positivos de crédito segue para sanção presidencial. O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (13) mudanças nas regras do cadastro positivo, instrumento criado em 2011 para ser um banco de dados sobre bons pagadores, contrapondo-se aos famosos cadastros negativos (como Serasa e SPC), que registram maus pagadores. O texto aprovado foi o PLP 54/2019, originado do substitutivo da Câmara dos Deputados ao PLS 212/2017-Complementar. Foram 66 votos favoráveis e 5 contrários.

Confira todas as informações com o correspondente do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), Wellington Lima:

Beto Almeida ainda acrescenta que grandes instituições financeiras, como os bancos, estão comemorando essa medida porque trata-se de uma forma mais criteriosa de se avaliar quem é um bom pagador e quem é inadimplente.

No entanto, o jornalista alerta para dois pontos: o primeiro é que considera negativo e impositivo o fato do cadastro se tornar automático, pois a medida seria invasiva ao direito básico do cidadão à inviolabilidade dos seus dados; o outro aspecto é o fato de que o controle desses dados ficarão sob os cuidados de empresas privadas como o Serasa.

Confira as análises de Beto Almeida e Luzenor de Oliveira na íntegra clicando no player abaixo:

Categorias
Política Destaque2 Destaque3

Desinformações sobre reforma previdenciária: “parece que não há nada definido”

O cearense está antenado nesta quarta-feira (13) nas novas regras para os trabalhadores se aposentarem. O novo texto está pronto para ser apresentado para o presidente Jair Bolsonaro, como conta o correspondente do Jornal Alerta Geral, Almir Fernandes:

Para Luzenor de Oliveira, a idade de 57 anos para mulheres e 62 para homens, diferente da regra que apontava a mesma idade, que havia sido vazada anteriormente pelo jornal Estadão, pode deixar a reforma mais branda, como quer Bolsonaro. O correspondente do Jornal Alerta Geral, Carlos Silva, trás mais informações para você:

Beto Almeida destaca a quantidade de “desinformação” oriunda do governo. Para ele, o primeiro vazamento foi uma estratégia para avaliar a repercussão da proposta da idade igual para homens e mulheres.

Categorias
Política Destaque1 Destaque3

Força Nacional deixa CE. Aliados de Bolsonaro no Estado poderiam recorrer, afirma Beto Almeida

A notícia não é boa, mas é real. O secretário nacional de Segurança Pública, general Guilherme Theophilo, informou nesta terça-feira (5) que a Força Nacional de Segurança Pública vai deixar o Estado do Ceará.

Para Beto Almeida, forças políticas junto ao governo Bolsonaro poderiam atuar nesse momento para reverter essa situação, ou pelo menos evitar a retirada de todas as tropas federais.

“É verdade que os ataques diminuíram, mas não acabaram. A situação não está de toda debelada. A saída de forma abrupta dá um gás para que possíveis outros ataques criminosos e terroristas dessa natureza possam ocorrer no Estado”, afirma o jornalista.

A Força Nacional deu importante contribuição para frear, ao longo do mês de janeiro, a onda de ataques e incêndios na Região Metropolitana de Fortaleza e cidades do Interior do Estado.

O secretário de Segurança Pública do Ministério da Justiça, general Teófilo Guilherme, ao anunciar a decisão de retirada da Força Nacional, disse que a medida é fruto de uma avaliação entre os governos estaduais e Federal, ou seja, com a redução do número de ataques, torna-se desnecessária a permanência da Força Nacional no Ceará.

O governador Camilo Santana foi surpreendido com o anuncio feito pelo general Teófilo, uma vez que ainda tinha esperança e receber uma resposta positiva sobre a manutenção dessas tropas no Ceará. Camilo queria que a Força Nacional de Segurança atuasse em conjunto com as polícias locais no sistema carcerário para para neutralizar ainda mais o poder de fogo das facções criminosas.

O Ministério da Justiça rejeitou o pedido e agora caberá a Polícia Militar auxiliado pela Policia Federal, dar continuidade as ações de combate a violência e evitar os ataques criminosos.

O assunto faz parte do seu cotidiano e ganhou destaque no Bate Papo Político do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior) desta terça-feira (29), com as análises dos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida.

O que mais rolou:

+ Cagece e o descaso com a população de Tauá: Jornal Alerta Geral cobra e recebe resposta “gaiata”

Confira a análise de Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, além da resposta da Cagece na íntegra:

+ Ministério Público requer restabelecimento de 21 mil benefícios suspensos pelo INSS no Ceará. Cidadão tem direito de recorrer

O correspondente do Jornal Alerta Geral, Almir Fernandes, trás todas as informações para você:

Opinião do ouvinte: Deodato Ramalho faz uma crítica ao Governo Federal em remunerar médicos peritos que auxiliam cancelamento de benefício. “Pode criar muitas injustiças”, concorda Beto Almeida.

Escute na íntegra a opinião do ouvinte Deodato Ramalho, que acompanha o Jornal Alerta Geral pela Rádio Liberdade AM 1310, de Boa Viagem:

+ Economia de R$ 1 trilhão em 10 anos: atual modelo de proposta combate privilégios e desigualdades, afirma Beto Almeida

O ministro da Economia, Paulo Guedes, se pronunciou nessa terça-feira (5). Confira o destaque que o Jornal Alerta Geral separou para você:

+ Versão preliminar da reforma da Previdência que vazou para a imprensa nessa última segunda feira prevê mudanças no pagamento do abono salarial do PIS Pasep

Fique atento! O correspondente do Jornal Alerta Geral, Sátiro Salles, trás mais informações para você:

+ Autor de denúncia é impedido de usar tribuna e Câmara derruba pedidos de afastamento de prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra.

Para Beto Almeida, Arnon Bezerra tem que se desvencilhar de acusações com provas, e não com pressões políticas.Entenda tudo sobre esse caso com o correspondente do Jornal Alerta Geral, Solon Viera:

+ Vereadores de Caucaia derrubam veto de prefeito Naumi Amorin

Queda de braço coloca em risco desenvolvimento de Caucaia.

+ Senador José Pimentel não renova mandato, mas se aposenta com vencimentos de R$ 23 mil

Beto Almeida destaca como atual modelo de previdência é fábrica de privilégios.

Você pode ouvir essa e outras notícias no Bate Papo Político, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), na íntegra:

Categorias
Política Destaque2 Destaque3

Bate Papo: decreto de armas de Bolsonaro ainda é rígido para o que se esperava

O Presidente da República Jair Bolsonaro assinou nessa terça-feira (15), durante cerimônia no Palácio do Planalto, o decreto que regulamenta o registro, a posse e a comercialização de armas de fogo no país, uma das principais promessas de campanha do presidente da República.

“Como o povo soberanamente decidiu, para lhes resguardar o legítimo direito à defesa, vou agora, como presidente, usar esta arma”.


Afirmou Bolsonaro, mostrando a caneta.

“Estou restaurando o que o povo quis em 2005”, acrescentou Bolsonaro mencionando o referendo realizado há 14 anos.

O decreto refere-se exclusivamente à posse de armas. O porte de arma de fogo, ou seja, o direito de andar com a arma na rua ou no carro não foi incluído no texto.

A assinatura do decreto ocorreu logo depois da reunião ministerial coordenada por Bolsonaro todas as terças-feiras, às 9h, no Planalto, desde que assumiu o poder em 1º de janeiro.

O assunto ganhou destaque no Bate Papo Político, no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 25 emissoras no Interior), com as análises dos jornalistas Beto Almeida e Luzenor de Oliveira, na edição desta quarta-feira (16).

A partir de agora, a posse de armas de fogo tem novos critérios. Quem tem interesse em comprar uma arma precisa atentar para as novas regas e não confundir posse com porte. Fique por dentro do assunto com as informações que chegam com o correspondente do Jornal Alerta Geral, Sátiro Salles:

Quem quiser comprar armas de fogo, vale a pena conferir dicas que traz o correspondente do Jornal Alerta Geral, Carlos silva:

Posse de armas: saiba o que muda com o decreto assinado por Bolsonaro como correspondente do Jornal Alerta Geral, Neto Rodrigues:

Decreto de Bolsonaro não muda não-permissão para porte e os tipos de armas que poderão ser compradas. Fique atento para não fazer confusão com as informações do correspondente do Jornal Alerta Geral, Carlos Alberto:

+ Mais sobre o assunto

Decreto de Bolsonaro divide Câmara. PT e PSOL preparam Ação Direta de Inconstitucionalidade

Ataques no CE: Moro classifica atos como medidas terroristas

Os ataques das facções criminosas no Ceará ganharam repercussão nacional e internacional e, nessa terça-feira, 15, em entrevista à Globo News, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, classificou os atos violentos como medidas terroristas e disse que o Estado caminha para a normalidade.

Com a cooperação entre o governo federal e estadual, os incidentes têm diminuído sensivelmente“.


Disse Moro, ao considerar que as ações do crime organizado foram

+ Veja também:

Sem iluminação, bandidos agem. Prefeitura e Enel deixam trechos da Abolição às escuras

Motoristas e pedestres que passavam pela Avenida Abolição, no Bairro Mucuripe, em Fortaleza, nesta terça-feira, não esconderam o medo ao andar ou dirigir com a escuridão. Trechos da Abolição tem as luzes dos postes apagadas, gerando insegurança no momento em que a população fica assustada com a onda de atentados. A Prefeitura e a Enel deixam de fazer o dever de casa.

Aprece tem chapa de consenso

Uma chapa de consenso foi denominada nesssa terça-feira (15) para o comando da Associação dos Prefeitos nos Municípios do Ceará (Aprece).
Fique por dentro do assunto com as informações que chegam com o correspondente do Jornal Alerta Geral, Sátiro Salles:

O futuro presidente da Aprece, Nilson Diniz, prefeito de Cedro, destaca que são muitos desafios para os municípios nos próximos anos:

Chuvas no Ceará

As chuvas que caem sobre o Ceará geram expectativas para uma boa quadra invernosa. Esperanças também são alimentadas sobre os reservatórios que abastecem a população na Grande Fortaleza e no Interior do Ceará. Para falar sobre isso, o Jornal Alerta Geral entrevistou nesta quarta-feira (16), o metereologista da Funceme, Davi Ferran. Acompanhe:

+ Leia também

Acilon entra no PR e assumirá comando do partido no CE em 2022

O prefeito de Eusébio, Acilon Gonçalves, abandonou o Patriotas e desembarca no Partido da República (PR), ao lado dos deputados estaduais Bruno Gonçalves, Nizo Costa e Apóstolo Henrique, e do deputado federal Mano Júnior. Acilon está em Brasília e, ao se filiar ao PR, recebeu o compromisso de assumir o comando da sigla no Ceará

Você pode ouvir essa e outras notícias no Bate Papo Político, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 25 emissoras no Interior), na íntegra: